23°
Máx
12°
Min

Espanha passa fácil pela Argentina e elimina Brasil no basquete masculino

- Espanha passa fácil pela Argentina e elimina Brasil no basquete

A Espanha não tomou conhecimento da Argentina nesta segunda-feira à noite, venceu a partida realizada na Arena Carioca 1 por 92 a 73 e garantiu classificação para a próxima fase dos Jogos Olímpicos do Rio no basquete masculino. O resultado confirmou a eliminação da seleção brasileira da Olimpíada.

O Brasil se despediu do torneio com uma vitória por 86 a 69 sobre a Nigéria, em confronto poucas horas mais cedo, quando manteve viva a esperança de seguir vivo no Rio-2016. O resultado, no entanto, não foi suficiente. Para avançar na competição, a equipe de Leandrinho e Nenê precisava torcer por uma vitória dos argentinos, que não chegou nem perto de acontecer.

A Argentina ficou na frente do placar apenas nos primeiros minutos de partida, quando chegou a abrir 8 a 0. Mas as bolas da Espanha começaram a cair e a necessidade da vitória para garantir a classificação foi maior do que o grande apoio que a torcida adversária deu na arquibancada. Apesar de cantar o jogo inteiro, os argentinos (e brasileiros) que lotaram a Arena Carioca 1 viram sua equipe ser derrotada pela segunda vez em cinco partidas disputadas na competição.

Agora, Espanha e Argentina aguardam o duelo entre Croácia e Lituânia, marcado para começar às 22h30, para saber qual será a classificação final no Grupo B. O Grupo A já está definido com os Estados Unidos na liderança, a Austrália na segunda colocação, seguida por França e Sérvia.

DESTAQUES - Rudy Fernandez foi o principal jogador da Espanha diante dos argentinos, com 23 pontos e um excelente aproveitamento da linha dos três. De cinco tentativas, converteu quatro. O pivô veterano Pau Gasol também se destacou ao anotar 19 pontos e pegar 13 rebotes.

A Argentina não foi nem sombra do time que virou o jogo contra o Brasil após duas prorrogações. Andrés Nocioni e Facundo Campazzo, que juntos anotaram 70 pontos contra a seleção brasileira, tiveram atuações discretas, com 10 e 6 pontos respectivamente.

As bolas de três de ambos não caíram desta vez. Campazzo acertou uma em quatro tentativas. Contra o Brasil ele converteu três na prorrogação. Nocioni errou os dois arremessos que fez de longa distância nesta noite, bem diferente das oito bolas convertidas quando enfrentou a seleção brasileira - uma dessas bolas, inclusive, foi no último segundo do tempo regulamentar, que ocasionou a primeira prorrogação.

O destaque argentino na derrota para a Espanha foi o ala Laprovittola, com 23 pontos, seguido pelo veterano Manu Ginobili, que fez 16. Com o resultado, os argentinos ainda correm o risco de terminar na quarta colocação do grupo e enfrentar os Estados Unidos nas quartas de final.