22°
Máx
16°
Min

Estrutura de Arapongas é elogiada na fase final dos Jogos Abertos

(foto: Josi Schmidt/Divulgação) - Estrutura de Arapongas é elogiada na fase final dos Jogos Abertos
(foto: Josi Schmidt/Divulgação)

A fase final da 63ª edição dos Jogos Escolares do Paraná (JEPs), etapa para atletas de 15 a 17 anos, chegou ao fim neste sábado (20), em Arapongas, Norte do Estado. Foram 6.383 participantes de 705 instituições de ensino, competindo em 18 modalidades nos nove dias de disputas, confirmando o sucesso do evento que ganha o status de maior competição da América Latina.

Para a coordenadora geral dos Jogos Escolares do Paraná, Márcia Tomadon, esse foi o evento da superação, que encerrou com um resultado acima do esperado. “Com 6,5 mil inscritos, em um município pequeno, tivemos que fazer várias adaptações para que a competição pudesse acontecer e o resultado foi muito positivo. O município surpreendeu oferecendo uma boa estrutura, com bons locais de competição e uma grande equipe na organização, que foi fundamental para que pudéssemos realizar esse evento da forma que imaginamos”, disse.

Ela acrescentou que uma competição desse porte, com recorde de participantes, exige uma preocupação maior quanto alojamentos e alimentação “Tudo é mais preocupante, mas felizmente hoje podemos dizer que tivemos um evento muito bom, grandioso, com bom nível técnico dos atletas e esperamos estar bem representados na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude”, analisou Tomadon.

Os campeões da etapa, no regular, garantiram vaga para os Jogos Escolares da Juventude, evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), que será realizado em João Pessoa (PB), de 10 a 19 de novembro. Já os vencedores na categoria ACD vão disputar as Paralimpíadas Escolares, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que acontecem entre os dias 21 e 26 de novembro, em São Paulo (SP).

Classificaram-se para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude os campeões das modalidades coletivas; os campeões nas provas individuais de atletismo e natação; os dois atletas com maior pontuação no ciclismo; o campeão e o vice na prova individual do tênis de mesa; as quatro primeiras colocadas, de acordo com a pontuação nas provas de ginástica rítmica; os campeões em cada categoria do judô; os campeões da prova do xadrez rápido, as duplas campeãs do vôlei de praia e os campeões da luta olímpica. As modalidades de badminton, skate e taekwondo não são disputadas na etapa nacional.

O critério de definição dos técnicos nas modalidades individuais (atletismo, judô, GR, lutas e natação) será o colégio que obtiver o maior número de atletas campeões. No badminton, ciclismo, tênis de mesa e xadrez, serão convidados os técnicos que tenham classificado seus atletas e a escola tenha obtido a maior pontuação na competição. Nas modalidade coletivas serão convocados os respectivos técnicos campeões por suas escolas.

Na categoria para atletas com deficiência (ACD), classificam para as Paralimpíadas Escolares Brasileiras deste ano, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), os atletas primeiros colocados com o melhor índice técnico em relação aos resultados da competição nacional de 2015, de acordo com sua respectiva prova.

A convocação dos técnicos para acompanhar os atletas na categoria ACD será de acordo com o maior número de primeiros lugares obtidos por seus atletas, de acordo com a faixa etária, classificação e sexo.

Para o secretário do Esporte e do Turismo, Douglas Fabrício, os JEPs, mais uma vez, revelaram o grande potencial esportivo paranaense. "Sempre tivemos boas participações nos Jogos Escolares da Juventude e acreditamos que, se repetirem o desempenho dos Jogos Escolares do Paraná, nossos jovens atletas terão uma grande participação nos nacionais também, como nos anos anteriores", comentou. "Ao mesmo tempo em que agradecemos a parceria com a Secretaria de Educação e o município de Arapongas, agora estamos na torcida pelas novas competições", disse Douglas Fabrício.

(com informações da Agência Estadual de Notícias)