26°
Máx
19°
Min

Etiópia rejeita apelo e confirma Kenenisa Bekele fora da Olimpíada

Kenenisa Bekele não vai competir nos Jogos Olímpicos do Rio após ele ser deixado de fora da lista final da equipe da Etiópia por não cumprir os critérios de qualificação do país para a maratona e a prova dos 10 mil metros.

Bekele, o recordista mundial nos 5mil e nos 10 mil metros, tinha entrado com um apelo por ter ficado fora da lista da maratona, mas a Federação Etíope de Atletismo divulgou sua lista final para os Jogos do Rio, confirmando a sua ausência.

Já havia sido dada uma primeira negativa para Bekele competir na maratona pela federação sob a alegação de que ele não havia participado de um número suficiente de grandes provas ao longo do último ano para satisfazer os critérios de seleção, que foram criticadas pelo atleta.

Depois, Bekele fez uma tentativa final para entrar na equipe nos 10 mil metros, mas ele não conseguiu terminar a prova em um evento em Hengelo, na Holanda, no mês passado. Bekele não foi nem escalado como reservas da maratona ou dos 10 mil metros, o que significa que aos 34 anos, o dono de três títulos olímpicos e cinco mundiais, não deve mais participar de uma edição dos Jogos.

Bekele havia colocado a maratona como desafio na sua carreira, mas uma lesão o impediu de competir no ano passado e limitou sua preparação. Ainda assim, ele terminou em terceiro lugar na Maratona de Londres, em abril, depois de um bom tempo parado, e ganhou uma prova de rua de 10 quilômetros em Manchester no mês seguinte.

Almaz Ayana, estrela em ascensão da Etiópia, foi selecionada para as provas dos 5 mil e 10 mil metros no Rio. Ele terá a companhia de Tirunesh Dibaba, bicampeã olímpica na disputa dos 10 mil metros - ela só foi escalada como reserva dos 5 mil, prova em que possui um título olímpico, dois mundiais e o recorde mundial.

Ayana, de 24 anos, é a atual campeã mundial nos 5 mil metros e fez o segundo melhor tempo da história na distância no mês passado, em Roma, ficando a menos de um segundo do recorde de Dibaba.

Outra forte candidata a medalha da Etiópia é a irmã de Tirunesh, Genzebe Dibaba, campeã mundial e recordista mundial nos 1.500 metros. Outro nome de peso da equipe de atletismo do país é Mohammed Aman, campeão mundial dos 800m em 2013.