21°
Máx
17°
Min

Ginasta Arthur Nory festeja bronze e ousadia na final do solo

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016 - Ginasta Arthur Nory festeja bronze e ousadia na final do solo
Foto: Roberto Castro/ Brasil2016

Muitos achavam que Diego Hypolito poderia chegar ao pódio no solo da ginástica artística, mas poucos imaginavam que Arthur Nory faria uma dobradinha com o amigo, neste domingo, na Olimpíada do Rio de Janeiro. Ele surpreendeu os favoritos e ficou com a medalha de bronze, para delírio da torcida na Arena Olímpica do Rio.

"Um filme passa na cabeça depois que você faz a sua série, mas realmente evitei olhar para o placar, até porque, pela classificação, tinha mais três que podiam me passar, três que se classificaram muito bem. Depois só agradeci a Deus, ao meu técnico, a todo mundo por ter dado meu máximo e sair satisfeito. Era aquilo que estava fazendo. Eu estava agradecendo e chorando muito por tudo. Por toda a história, toda a luta todos os dias", afirmou o atleta.

Cristiano Albino, técnico do ginasta, não considera o resultado inesperado. O treinador acha que ele sempre teve uma chance no solo, onde costuma ir bem, mas como não teve uma pontuação muito alta na fase classificatória, a ideia foi mudar a estratégia e arriscar mais na decisão. O resultado final foi positivo.

"O único jeito que a gente tinha de buscar uma medalha era aumentar a nota de partida dele, a gente trabalhou depois da final do individual geral que ele não foi tão bem, conversamos, trabalhamos alguns elementos que ele já fazia e poderiam dar um acréscimo. Treinamos, discutimos o que tinha de fazer. No último momento, falei, vai, faz sua parte, conquista sua nota, não se preocupa com as notas dos outros oponentes. A série foi boa, está aí o resultado", disse.