23°
Máx
12°
Min

Goleira brasileira celebra ter 'salvado' Marta com defesa de pênalti

(Foto: Rio 2016) - Goleira brasileira celebra ter 'salvado' Marta com defesa de pênalti
(Foto: Rio 2016)

Cinco vezes eleita a melhor jogadora do mundo pela Fifa, Marta caiu de joelhos no gramado do Mineirão com a primeira defesa de pênalti de Bárbara na última sexta-feira. A craque havia acabado de desperdiçar sua cobrança e veria o Brasil ser eliminado nas quartas de final da Olimpíada do Rio diante da Austrália se não fosse a goleira. Bárbara, aliás, ainda pegaria uma segunda cobrança, já na série alternada, para garantir a classificação do País às semifinais.

Mas a primeira defesa foi mesmo especial para a goleira. Ela admitiu ter tirado forças da cobrança perdida por Marta para buscar o pênalti batido por Gorry. "Nesse momento (desperdício da Marta) a minha responsabilidade aumentou. Não podia deixar que ela passasse por isso. Ela é uma jogadora e pessoa extraordinária. Eu pedi a Deus que me abençoasse ainda mais e consegui defender", comentou Bárbara.

A goleira terminou como heroína da classificação do Brasil, que empatou por 0 a 0 com a Austrália no tempo normal e na prorrogação e só garantiu a vaga nos pênaltis. Depois de defender a cobrança de Gorry, já na quinta tentativa australiana, Bárbara ainda buscou a penalidade de Kennedy na série alternada para confirmar o triunfo. Agora, ela prega respeito à Suécia, adversária das semifinais, apesar da goleada por 5 a 1 na fase de grupos.

"Cada jogo é um jogo. No amistoso que fizemos contra a Austrália antes das Olimpíadas, vencemos por 3 a 1 e hoje chegamos nos pênaltis. Vencemos a Suécia na primeira fase, mas é uma equipe muito boa e será outra partida totalmente diferente. Temos que estar concentradas desde o início", afirmou.