22°
Máx
17°
Min

Goleiro argentino pede desculpas no vestiário por falha contra Portugal

Foto: Divulgação FPF - Goleiro argentino pede desculpas no vestiário por falha
Foto: Divulgação FPF


A estreia da Argentina no torneio olímpico de futebol acabou atrapalhada nesta quinta-feira pela falha do goleiro Gerónimo Rulli. O jogador deixou passar entre as pernas o chute que deu a Portugal o último gol da vitória por 2 a 0, no Engenhão. Envergonhado, saiu do estádio sem dar entrevistas, depois de no vestiário ter pedido a palavra para se reunir com os companheiros e pedir desculpas.

Segundo o técnico argentino, Julio Olarticoecha, o goleiro estava decepcionado com a falha. "Rulli estava muito triste com o que aconteceu. Ele pediu perdão para todos os jogadores no vestiário. Foi uma pena. Estava um jogo equilibrado até sair o gol", disse. Portugal abriu o placar aos 21 minutos da etapa final e só foi ampliar a vantagem aos 39, minutos após desperdiçar chances claras de igualar.

O autor do segundo gol, o meia português Pité, contou na saída do estádio ter ficado surpreso com o gol. "Eu chutei bem, mas achei que o goleiro ia defender. Como a bola escapou e foi lentamente para as redes, fiquei ansioso para o lance terminar", comentou. "Comecei o jogo do banco e me chamou atenção o apoio dos brasileiros pela nossa equipe. Não esperava tamanha força", disse.

A torcida gritou "olé" nas jogadas de Portugal e vaiou a Argentina. No domingo, as duas equipes voltam ao Engenhão para a segunda rodada. Líderes do grupo, os portugueses enfrentam Honduras, que ganhou por 3 a 2 da Argélia. Já a seleção africana encara a Argentina.

O resultado positivo conquistado por Portugal foi uma espécie de vingança. A melhor campanha do país nos Jogos Olímpicos foi ser semifinalista, em 1996, quando perdeu para a própria Argentina por 2 a 0. A equipe europeia acabou derrotada também pelo Brasil na disputa pela medalha de bronze, por 5 a 0.