23°
Máx
12°
Min

Grã-Bretanha se destaca com 5 ouros neste domingo e ultrapassa China no 2º lugar

(Foto: Divulgação)  - Grã-Bretanha se destaca com 5 ouros neste domingo e ultrapassa China
(Foto: Divulgação)

Com fim das provas de natação, no sábado, os Estados Unidos pararam de ganhar muitas medalhas de ouro em um dia só e neste domingo conquistaram "apenas" duas. Este privilégio coube à Grã-Bretanha, que fechou o dia com nada menos que cinco vitórias. Aliado a um desempenho dentro da média da China - também dois ouros -, os britânicos conseguiram a façanha de ultrapassar os chineses na segunda colocação do quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Os Estados Unidos, com títulos no tênis e na ginástica artística, seguem tranquilo em primeiro com 26 medalhas de ouro, 21 de prata e 22 de bronze (69 no total). Grã-Bretanha e China estão empatados com 15 ouros, mas a vantagem para os britânicos está no número de pratas conquistadas até agora - 16 a 13. O súditos da rainha Elizabeth se deram bem neste domingo com as conquistas na ginástica artística (duas vezes com Max Whitlock), no tênis (Andy Murray), golfe (Justin Rose) e ciclismo de pista (Jason Kenny).

Um pouco atrás dos três líderes, agora aparece a Rússia na quarta colocação. Mesmo com uma delegação cortada em mais de 100 atletas por causa do escândalo de doping, o país mostra força e já conquistou 30 medalhas. São nove de ouro, 11 de prata e 10 de bronze, sendo que três douradas vieram neste domingo - no tênis, na ginástica artística e na luta olímpica.

Na sequência do quadro de medalhas, para completar o Top 10, aparecem Alemanha (8 ouros), França (7), Itália (7), Japão (7), Austrália (6) e Coreia do Sul (6). O destaque do dia foram os franceses, que venceram na vela (classe RS:X feminino com Charline Picon) e na esgrima (espada por equipes masculina). A Jamaica, com o ouro de Usain Bolt nos 100 metros, subiu para o 23.º lugar.

Para o Brasil, o sonho de ficar neste Top 10 segue bem distante neste momento. Mesmo com as duas medalhas conquistadas neste domingo na ginástica artística - prata de Diego Hypolito e bronze de Arthur Nory na final do solo) -, o País caiu do 26.º para o 28.º lugar. Agora são seis medalhas - as outra são o ouro de Rafaela Silva, do judô; prata de Felipe Wu, do tiro esportivo; e os bronzes de Mayra Aguiar e Rafael Silva, do judô.

Mas lembrando que o Brasil já tem mais duas medalhas garantidas: ouro ou prata com o boxeador Robson Conceição, que se classificou à final de sua categoria, e ao menos a de bronze no vôlei de praia feminino, já que as duplas Ágatha/Bárbara Seixas e Larrisa/Talita estão nas semifinais e, no pior dos cenários, se enfrentarão na disputa pelo terceiro lugar.

Até agora, 68 países já ganharam ao menos uma medalha no Rio-2016. As novidades do dia foram Venezuela, Bahrein e Granada, que conquistaram uma prata no atletismo.