21°
Máx
17°
Min

Guilherme Toldo vence mais uma e se garante nas quartas de final no florete

(Foto: Reprodução) - Toldo vence mais uma e se garante nas quartas de final no florete
(Foto: Reprodução)

O brasileiro Guilherme Toldo está classificado para as quartas de final da disputa individual e masculina do florete nos Jogos Olímpicos. A passagem para essa etapa do evento da esgrima no Rio-2016 foi garantida com a vitória sobre Cheung Ka Long, de Hong Kong, na Arena Carioca 3.

Toldo chegou a estar perdendo no primeiro período por 7 a 3, mas a partir daí começou a empreender uma reação, tanto que igualou o marcador em 9 a 9 antes do início do segundo. Logo, então, ele conseguiu a virada, só levou mais um ponto e garantiu o triunfo por 15 a 10 sobre o 20º colocado no ranking mundial - o brasileiro é o número 66 da lista.

Esta não foi a primeira vitória de Toldo sobre um esgrimista melhor ranqueado na Olimpíada. Afinal, na fase anterior, o brasileiro superou nada menos do que o japonês o japonês Yuki Ota, segundo colocado da lista e atual campeão mundial. Já na estreia bateu o austríaco René Pranz, o número 55. Agora, em busca de vaga nas semifinais, duelará com o italiano Daniele Garozzo, o 11º colocado no ranking.

Já Ghislain Perrier, que ficou de Bye na primeira rodada, caiu logo na sua estreia. Neste domingo, em um jogo bastante equilibrado, ele se deu pior e perdeu para o chinês Jianfei Ma por 15 a 14. O triunfo garantiu a passagem do esgrimista da China para as oitavas de final do florete na Olimpíada.


O adversário de Perrier é o número 3 do mundo, mas começou o duelo em desvantagem, tanto que o brasileiro fechou o primeiro período ganhando por 7 a 5. O asiático, porém, reagiu no segundo e igualou o marcador em 12 a 12. No terceiro período, eles ficaram empatados em 14 a 14, até que o chinês fez o ponto decisivo, provocando a eliminação de Perrier, que ocupa a 46ª posição no ranking mundial.

Além de Perrier, outro brasileiro que já deixou a disputa do florete na Olimpíada foi Henrique Marques, que caiu logo na sua estreia na Olimpíada diante do egípcio Mohamed Essam, por 15 a 8.