23°
Máx
12°
Min

'Hoje já jogamos em ritmo de mata-mata', diz Pedro Solberg

(Foto: Divulgação/Marcelo Pereira/Exemplus/COB) - 'Hoje já jogamos em ritmo de mata-mata', diz Pedro Solberg
(Foto: Divulgação/Marcelo Pereira/Exemplus/COB)

O Brasil chega com força total às oitavas de final do vôlei de praia, após a classificação na reta final dos brasileiros Evandro e Pedro Solberg. Os dois venceram a dupla Samoilovs/Smedins, da Letônia, nesta quinta-feira e seguiram vivos na briga. Larissa e Talita, Alison e Bruno Schmidt e Ágatha e Bárbara Seixas completam o time brasileiro. As primeiras foram as únicas que se classificaram invictas, sem perder nenhum set.

Após o jogo, no fim da tarde desta quinta, Evandro fez um desabafo. "Falei com a comissão técnica: não quero saber se vou para a repescagem ou se vou passar direto. Eu quero é passar, porque se passar o bicho pega", disse o jogador.

O dia foi de fazer contas, para a dupla e para os jornalistas. Pedro e Evandro ficaram com 4 pontos, assim como letões e canadenses, mas terminaram em segundo no Grupo D pelo critério de desempate. Dessa forma garantiram a classificação direta, sem ter que jogar a repescagem.

"A gente sabia que ganhar era suficiente para continuar no torneio. Claro que desde que a gente não perdesse um set por uma diferença absurda. Agora é pensar na etapa eliminatória, mas o mata-mata para a gente até começou antes. Hoje já foi mata-mata. Fizemos uma boa primeira fase, tivemos chances de ganhar nossas partidas anteriores, mas não demos sorte", comentou Pedro Solberg.

As oitavas de final do vôlei de praia começam nesta sexta-feira, às 11h. Os confrontos serão definidos na noite de hoje por sorteio, mas ainda há duplas jogando pela primeira fase até 23 horas.