22°
Máx
16°
Min

Hugo Parisi é 16º e fica fora da final da plataforma 10m dos saltos ornamentais

(Foto: Rio 2016) - Hugo Parisi fica fora da final da plataforma dos saltos ornamentais
(Foto: Rio 2016)


Aos 32 anos, Hugo Parisi encerrou neste sábado a participação na sua quarta e provavelmente última olimpíada. O saltador brasileiro ficou no 16.º lugar nas semifinais da plataforma 10m dos saltos ornamentais e não conseguiu vaga entre os 12 que avançaram à final nos Jogos do Rio. A classificação foi pior do que na fase anterior, na sexta-feira, quando foi o 13.º.

Hugo faz parte da "velha geração" do Brasil nos saltos ornamentais, junto com Cassius Duran (já aposentado), Cesar Castro e Juliana Veloso. Só eles estiveram em Jogos Olímpicos de Sydney-2000 para cá. No Rio, com as vagas oferecidas ao país-sede em todas as provas sincronizadas, o time veio maior. Além de Cesar, Hugo e Juliana, também Ingrid Oliveira, na plataforma, conseguiu vaga individual.

Hugo já havia competido com Jackson Rondinelli na plataforma sincronizada, terminando no oitavo e último lugar. O foco do veterano estava no individual, na qual conseguiu o melhor resultado da carreira. Até então, esse posto pertencia ao 19.º lugar em Pequim. Ele também foi 30.º em Londres e 32.º em Atenas.

Na semifinal deste sábado, Hugo voltou a errar o primeiro dos seis saltos, recebendo uma das menores notas da competição: 57,60 pontos. Ele depois voltou a saltar mal na terceira apresentação, mas alcançou acima de 70 pontos em três rodadas. Terminou com 417,15 pontos, também seu melhor resultado em grandes competições.

A grande decepção da semifinal foi a eliminação precoce do britânico Tom Daley, bronze no último Mundial e também nos Jogos de Londres, em 2012, e maior estrela da modalidade. Ele fez uma semifinal inconstante e, da mesma forma que tirou um 91,80, terminou sua participação com um 50,40. Ficou no 18.º e último lugar.