21°
Máx
17°
Min

IAAF dá orientações a russos e reitera veto a competirem sob bandeira do país

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) emitiu nesta quinta-feira orientações para os atletas russos que buscam uma "excepcional" liberação para competir nos Jogos Olímpicos, insistindo que eles só poderão fazê-lo como competidores "neutros" e não pela sua bandeira nacional.

A entidade máxima do atletismo está em desacordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI) que afirmou que qualquer atleta russo aprovado pela IAAF poderia competir sob sua bandeira nos Jogos do Rio.

Na última sexta-feira, a IAAF manteve a suspensão do atletismo russo, por causa de um esquema de doping sistemático, mas também aprovou uma mudança de regra que permite que alguns atletas possam participar de competições sob circunstâncias especiais. A associação disse que um número limitado de atletas russos poderiam se enquadrar nessa categoria.

A entidade disse nesta quarta-feira que as orientações abrangem "quaisquer atletas que podem clara e convincentemente demonstrar que não estão contaminados pelo sistema russo porque eles estão fora do país e sujeitos a outros sistemas antidoping eficazes".

Esses atletas "devem ser capazes de se inscrever para a permissão para competir em competições internacionais, e não pela Rússia, mas como um atleta neutro", disse a IAAF.

A liberação das orientações constitui um desafio a mais para o COI, que disse na última terça-feira que a IAAF não tem qualquer influência sobre por qual bandeira atletas competem nos Jogos Olímpicos.

O COI disse que apoiou a decisão da IAAF de manter a suspensão do atletismo da Rússia. No entanto, o presidente do COI, Thomas Bach, afirmou na última terça-feira que qualquer atleta aprovado pela associação estaria sob o controle do Comitê Olímpico Russo e competirá sob a bandeira nacional.

A declaração de Bach abriu uma rachadura no que tinha a intenção de ser uma frente unida contra o doping do atletismo da Rússia. O presidente da Agência Mundial Antidoping, Craig Reedie, que também é um dos vice-presidentes do COI, saiu publicamente em apoio à IAAF e contra o comitê sobre a questão bandeira.

As diretrizes da IAAF sobre os russos vão se aplicar primeiro a nível continental, com o Campeonato Europeu, entre 6 e 10 de julho, em Amsterdã. Os Jogos do Rio serão entre 5 e 21 de agosto.

"Sabemos que existem alguns atletas russos considerando se inscrever para competir em competições internacionais sob esta nova regra, por isso é importante que eles tenham clareza sobre os critérios em que suas inscrições serão recebidas", disse o presidente da IAAF, Sebastian Coe.

Dirigentes e atletas russos disseram que vão apelar à Corte Arbitral do Esporte por considerarem que atletas "limpos" estão sendo injustamente excluídos por causa das violações das regras por outros.