24°
Máx
17°
Min

Irmãos britânicos ficam com ouro e prata no triatlo; brasileiro é 41º

(Foto: Beth Santos/ PCRJ)  - Irmãos britânicos ficam com ouro e prata no triatlo; brasileiro é 41º
(Foto: Beth Santos/ PCRJ)


O triatlo foi o palco de uma nova cena que promete marcar a Olimpíada do Rio. Depois de atletas rivais se ajudando nos 5 mil metros feminino, de gêmeas alemãs completarem a maratona de mãos dadas, foi a vez de dois irmãos britânicos dividirem o pódio e as primeiras colocações do triatlo. Nesta quinta-feira, Alistair Brownlee ficou com o ouro e Jonathan Brownlee levou a prata.

Um dos principais favoritos da prova, Alistair confirmou esta condição ao cruzar a linha de chegada com o tempo de 1min45s01. Jonathan chegou somente seis segundos depois. Esgotados, mas extremamente satisfeitos com o resultado, os irmãos deitaram no chão e se abraçaram.

A dobradinha da família Brownlee parecia certa já no ciclismo. Depois de sofrerem na natação e deixarem o mar embolados com diversos competidores, Alistair e Jonathan abriram vantagem em cima da bicicleta. No atletismo, disputaram a liderança por alguns quilômetros, mas logo Alistair abriu o suficiente. Tanto que terminou a prova andando, esperando seu irmão para que chegassem próximos.

"Eu estava bem confiante de que terminaríamos em primeiro e segundo, mas não sabia em qual ordem. Eu tinha vantagem sobre o Jonny, mas ele tem me matado nos treinos e eu tenho vivido um inferno. Tem sido muito difícil. Eu acordei com dores todos os dias", comentou Alistair.

Mesmo com essas dores, o triatleta confirmou o favoritismo e repetiu o resultado de Londres, quando ficou com o ouro diante da torcida da casa. Ele também possui quatro medalhas de ouro em Mundiais. Já Jonathan havia ficado com o bronze há quatro anos e, agora, repete o pódio.

A terceira colocação ficou com o sul-africano Henri Schoeman, único intruso na festa da família Brownlee. O brasileiro Diogo Sclebin não teve um bom dia e terminou somente na 41.ª posição, com o tempo de 1h52min32s.