22°
Máx
14°
Min

Isaquias canta e exalta sua origem e a do parceiro após levar prata

(Foto: Divulgação) - Isaquias canta e exalta sua origem e a do parceiro após levar prata
(Foto: Divulgação)

"Se você não é negro se junte a nós, que não tem preconceito". A frase da música Nossa Cor, interpretada pelo cantor Leo Santana, foi a primeira que passou pela cabeça do canoísta Isaquias de Queiroz após ganhar, neste sábado, sua terceira medalha nos Jogos Olímpicos e escrever seu nome na história do esporte brasileiro e da canoagem.

"Aqui só tem negão! Aqui só tem negão! De favelas, becos e vielas", cantarolou na coletiva de imprensa. "É uma música sobre os negros, eu gosto muito dessa música", disse o atleta. Isaquias se referiu à sua história e do parceiro de canoa Erlon de Souza, como "não comovente, mas forte". De origem humilde, os dois deixaram o interior da Bahia em 2009 para treinar em Lagoa Santa, Minas Gerais, longe da família e dos amigos.

Neste sábado, após por no peito a terceira medalha no Rio, o atleta deixou um recado afirmando que o investimento é fundamental para alcançar feitos como o seu no esporte. "(a canoagem) Recebeu grandes investimentos e a gente mostrou que não foi em vão. É a primeira vez que a canoagem brasileira ganha uma medalha em Jogos Olímpicos. Não foi uma medalha, nem duas, foram três. Na verdade quatro: três minhas e uma do Erlon", disse.

Os dois atletas deixaram um recado de persistência para os jovens do Brasil. Erlon afirmou que a dupla fez uma prova perfeita e que os dois estavam felizes com a prata. "Viemos de um local com poucos recursos e hoje a gente tá aqui. Não desistam dos seus sonhos, que eles podem se tornar realidade. E eu sou a prova viva disso",afirmou.