28°
Máx
17°
Min

Italiano ganha ouro e atirador da equipe de refugiados leva bronze no Skeet

(Foto: Divulgação) - Atirador da equipe de refugiados leva bronze no Skeet
(Foto: Divulgação)

O jovem italiano Gabriele Rossetti, de apenas 21 anos, conquistou o ouro na categoria Skeet do tiro esportivo da Olimpíada do Rio. Na decisão deste sábado, disputada no Centro Olímpico de Tiro, ele somou 16 pontos, apenas um a mais do que o sueco Marcus Svensson, que levou com a prata.

Um dos grandes destaques da prova, porém, foi Abdullah Alrashidi, da equipe de refugiados do Comitê Olímpico Internacional (COI). Atleta do Kuwait, ele fez 16 pontos na disputa do bronze e ficou com a terceira colocação, ao derrotar o ucraniano Mikola Milchev, que somou 14.

Essa foi a segunda medalha da equipe de refugiados no Rio-2016 - Fehaid Aldeehani, também do Kuwait, faturou o ouro na fossa dupla masculina do tiro esportivo. O Kuwait está banido do cenário esportivo internacional desde o ano passado, por interferência governamental nas entidades esportivas. Seus atletas, assim, competem pelo bandeira do comitê olímpico.

Já a Itália ampliou seu domínio no tiro esportivo: foram três medalhas de ouro conquistadas, o que a torna o país mais vitorioso da modalidade na Olimpíada do Rio. Na classificação geral, a Itália soma cinco ouros e está em décimo lugar.

Já na categoria pistola de tiro rápido 25m, também disputada neste sábado, o alemão

Christian Reitz somou 34 pontos e ficou com o ouro. A prata foi para o francês Jean Quiquampoix, que fez 30 pontos, três a mais do que o chinês Li Yuehong, bronze no Rio-2016.