22°
Máx
16°
Min

Italo Pereira conquista bronze nos 100m costas da classe S7

(Foto: Comitê Paralímpico Brasileiro) - Italo Pereira conquista bronze nos 100m costas da classe S7
(Foto: Comitê Paralímpico Brasileiro)

O nadador paralímpico brasileiro Italo Pereira conquistou nesta quinta-feira (8) a medalha de bronze nos 100m costas masculino, classe S7, com o tempo de 1:12.48. Essa é a segunda medalha brasileira na natação paralímpica. O ouro ficou com o ucraniano Levgenii Bogodaiko e a prata com britânico Jonathan Fox.

Com as medalhas da natação - Daniel Dias ficou com o ouro nos 200m livre masculino, classe S5 -, o Brasil está na quinta colocação no quadro geral de medalhas da Paralimpíada Rio 2016, com dois ouros, uma prata e um bronze.

Ítalo Pereira Lima tem 20 anos e é natural de Porto Nacional (TO). Ele nasceu com mobilidade reduzida devido a uma rubéola congênita. Começou a praticar natação aos 13 anos e participou dos Jogos Paralímpicos pela primeira vez em Londres 2012. Entre suas principais conquistas estão uma medalha de ouro e três de bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015.

Classe S5

Um pouco antes, a nadadora Joana Silva ficou na sétima colocação nos 200m livre feminino, na classe S5. A medalha de ouro ficou com a chinesa Li Zhang, a prata com a espanhola Teresa Perales e o bronze com a noroeguesa Louise Rung.

Joana tem 29 anos e nasceu com acondroplasia, que é um nanismo desproporcional, causado por mutações genéticas. Começou a praticar natação aos 10 anos por recomendação médica e, aos 13, passou a competir. Já aos 14, participou da primeira competição internacional.

A atleta já ganhou um bronze nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, cinco medalhas de ouro nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015 e quatro ouros nos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara (2011).

Colaboração Agência Brasil