22°
Máx
17°
Min

Japonesa iguala Phelps e é a primeira tetracampeã mulher da história dos Jogos

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil) - Japonesa iguala Phelps e é a primeira tetracampeã mulher da história
(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Se Michael Phelps teve todos os olhos do mundo voltados para ele, a Arena Carioca 2 passou muito longe de ficar lotada para um dos maiores feitos da história dos Jogos Olímpicos. Kaori Icho, japonesa de 32 anos, tornou-se nesta quarta-feira a primeira mulher a ser tetracampeã olímpica em uma prova individual. A conquista veio na categoria até 58kg da luta livre feminina.

Icho, atleta de pouco destaque no ocidente, é uma das maiores esportistas contemporâneas. Até este ano, ela passou incríveis 13 anos invicta. Foram 189 confrontos vitoriosos seguidos. Como comparação, Teddy Riner, do judô, sofreu sua última derrota em 2010. Ela só perdeu a invencibilidade em janeiro, quando foi derrotada por uma mongol em um evento do Circuito Mundial.

Nas grandes competições, entretanto, ela segue imbatível. No Rio, ela venceu a final contra a russa Zholobova Kobolova para ganhar seu quarto ouro. Ela tem 10 títulos seguidos em Campeonatos Mundiais, desde 2002.

Em Olimpíadas, só cinco atletas foram tetracampeões: Paul Elvstrom, da Dinamarca, na classe Finn da vela, entre 1948 e 1960; Al Oerter, dos EUA, no lançamento de disco, entre 1956 e 1968; Carl Lewis, também americano, no salto em distância, entre 1984 e 1996, e Ben Ainslie, britânico, nas classes Laser (2000) e Finn (de 2004 a 2012) da vela, além de Michael Phelps, tetra nos 200 metros borboleta.

Na categoria vencida por Icho, as medalhas de bronze ficaram com a indiana Sakshi Malik e a tunisiana Marwa Amri.

O tetra de Icho foi apenas uma das três medalhas de ouro conquistadas pelo Japão na luta livre nesta quarta. Eri Tosaka venceu na categoria até 48kg, ao vencer na final Mariya Stadnik, do Azerbaijão. Os bronzes da disputa ficaram com a chinesa Yanan Sun e a búlgara Elitsa Yankova.

Na categoria até 69kg, foi a vez da japonesa Sara Dosho faturar a medalha de ouro. A Natália Vorobeva ficou com a prata enquanto o bronze foi para a casaque Elmira Syzdykova e a sueca Anna Jenny Fransson.