23°
Máx
12°
Min

Judoca vence na final e fatura 1ª medalha olímpica da história de Kosovo

(Foto: Reprodução Rio 2016) - Judoca fatura 1ª medalha olímpica da história de Kosovo
(Foto: Reprodução Rio 2016)

A judoca Majlinda Kelmendi se tornou neste domingo a primeira medalhista olímpica da história de Kosovo, um dos países mais jovens do mundo. Ao vencer a italiana Odette Giuffrida na categoria até 52kg, a atleta de 25 anos não apenas subiu ao pódio como foi ao lugar mais alto, conquistando o ouro.

Número um do ranking na categoria, Kelmendi obteve a grande conquista ao vencer Giuffrida, 10ª do mundo, por um yuko na decisão da medalha dourada. Antes da final, a judoca de Kosovo superou a suíça Evelyne Tschopp, Christianne Legentil, das Ilhas Maurício, e a japonesa Misato Nakamura, atual número três do mundo, na semifinal.

O triunfo sobre Legentil foi um dos mais saborosos para a judoca, que havia sido eliminada justamente pela rival, ainda na segunda rodada, em Londres-2012. Naquela Olimpíada, Kelmendi defendeu as cores da vizinha Albânia por não poder competir por Kosovo, até então não reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

O reconhecimento só veio em 2014, tornando o Rio-2016 a primeira Olimpíada da história de Kosovo, que declarou independência da Sérvia em 2008. Nem todos os países reconhecem a independência do novo país, caso do Brasil. Nos Jogos disputados no Brasil, Kelmendi foi até a porta-bandeira de Kosovo na cerimônia de abertura, na noite de sexta-feira.

Como era de se esperar, Kosovo conta com delegação reduzida no Rio de Janeiro. Tem apenas oito atletas, incluindo Kelmendi. Há outras atletas no judô, atletismo, ciclismo de estrada, natação e tiro esportivo.

A japonesa Misato Nakamura e a russa Natalia Kuziutina ficaram com o bronze na prova vencida por Kelmendi, neste domingo. A disputa contou com a brasileira Érika Miranda, que perdeu o bronze justamente para Nakamura.