22°
Máx
14°
Min

Lesão pode ser mais grave do que se temia e Prass corre risco de corte na seleção

(Foto: Assessoria CBF) - Lesão pode ser mais grave e Prass corre risco de corte na seleção
(Foto: Assessoria CBF)

A contusão do goleiro Fernando Prass pode ser mais grave do que a CBF vinha relatando até agora. O goleiro irá passar por nova avaliação médica e há risco de corte da equipe que vai disputar a Olimpíada. Durante o jogo desta tarde de sábado contra o Japão, no Serra Dourada, em Goiânia, surgiu a informação de que o palmeirense não teve a recuperação desejada.

Outra versão é a de que sofrera uma fratura, mas nada foi confirmado. E o mistério ficou ainda maior com o desconforto do técnico Rogério Micale ao ser questionado sobre o assunto. "Sobre o Fernando, ele vai passar por uma nova avaliação (médica) e depois a gente poderá falar. Por enquanto não, gostaria falar do jogo."

Durante toda a semana, a CBF bancou que o goleiro estava tendo boa recuperação. Na sexta-feira, Micale disse que iria esperar até perto do início do jogo deste sábado para definir se poderia utilizar o atleta diante da seleção japonesa. E o jogador acabou sendo descartado da partida amistosa que terminou com vitória do Brasil por 2 a 0.

"Quem viu o treino ontem viu o Fernando treinando normalmente, mas o que vai acontecer é que nos temos de passar por nova avaliação médica para decidir se vai ser cortado ou não. Eu não estou mentindo, eu não posso falar nada sem o laudo. Se ele vai passar por uma avaliação, logicamente uma coisa aconteceu, mas nós temos de ter certeza do que aconteceu", ressaltou Micale.