23°
Máx
12°
Min

Mais velha do Time Brasil, atiradora fica em último na fossa olímpica

(Foto: Arquivo EBC) - Mais velha do Time Brasil, atiradora fica em último na fossa olímpica
(Foto: Arquivo EBC)

Na lista de atletas mais velhas da delegação brasileira no Rio-2016, Janice Teixeira ocupa o topo. Na classificação final da prova de fossa olímpica, entretanto, ela ficou no outro extremo. Aos 54 anos, a atiradora, estreante em Jogos, foi a 21.ª e última colocada na eliminatória disputada neste domingo.

Competindo graças ao convite destinado pela Federação Internacional de Tiro Esportivo ao Brasil, Janice até começou a competição em nível próximo às melhores do mundo, mas perdeu a concentração na última bateria de tiros.

Na fossa olímpica, cinco atiradoras por vez ficam posicionadas no estande, atirando alternadamente entre elas. Uma máquina dispara um disco cor de laranja e elas têm duas balas para tentar quebrá-lo. Na primeira série, de 25 pratos, Janice quebrou 22. Na segunda, conseguiu 21 acertos, enquanto que na última só 17.

Acabou com 60 pontos, contra 67 da última das seis atletas que se classificaram para a final. No ano passado, Janice foi a 25.ª colocada no Campeonato Mundial, depois de acertar 66 pontos. Dessa vez, entretanto, o vento atrapalhou bastante todas as competidoras.

SEGURANÇA REFORÇADA - A competição de fossa olímpica no Centro de Tiro Esportivo de Deodoro teve segurança reforçada por causa da presença de autoridades de San Marino. Existia a esperança de sair lá a primeira medalha da história do País, ou até as duas primeiras, mas as irmãs Arianna e Alessandra Perilli não conseguiram ficar nem entre as dez primeiras.