22°
Máx
16°
Min

Maria Portela leva punição e está eliminada do judô na Olimpíada

(Foto: Roberto Castro/Brasil 2016) - Maria Portela leva punição e está eliminada do judô na Olimpíada
(Foto: Roberto Castro/Brasil 2016)

A brasileira Maria Portela (até 70kg) está eliminada dos Jogos Olímpicos do Rio. Nesta quarta-feira, na sua segunda luta na Arena Carioca 3, ela perdeu para a austríaca Bernadette Graf em combate definido apenas no golden score e por uma punição (shidô) recebida pela judoca gaúcha.

No tempo normal, cada uma das judocas recebeu um shidô. A luta, então, seguiu para um tempo extra, quando Maria Portela voltou a ser punida, dessa vez por "abraçar" a adversária sem segurar o seu quimono, o que não é permitido pelas regras do judô. Punida, deixou o tatame chorando e foi consolada pela sua adversária e também pela técnica Rosicleia Campos.

A ação ilegal, então, encerrou a participação da número 13 do mundo na Olimpíada, enquanto Graf, a sétima colocada no ranking e que fez a sua estreia no Rio-2016 nessa luta, por ser cabeça de chave, avançou às quartas de final, fase em que terá pela frente a alemã Laura Vargas Koch.

De qualquer modo, Maria Portela superou no Rio o desempenho apresentado nos Jogos de Londres, em 2012, pois na sua estreia havia derrotado a sul-africana Zack Piontek, em confronto que também foi definido no golden score com um yuko. Dessa vez, porém, não teve a mesma sorte no tempo extra.

Apesar da queda de Maria Portela, o judô brasileiro segue vivo nesta quarta-feira mas competições do judô na Olimpíada. Afinal, Tiago Camilo (até 90kg) estreou com vitória diante do sul-africano Zack Piontek. Agora o brasileiro, em busca da terceira medalha olímpica, vai encarar Mammadali Mehdiyev, do Azerbaijão.