28°
Máx
17°
Min

Mayra Aguiar tem chave favorável para repetir pódio no Rio-2016

(Foto: Divulgação/Mayra Aguiar Oficial) - Mayra Aguiar tem chave favorável para repetir pódio no Rio-2016
(Foto: Divulgação/Mayra Aguiar Oficial)


Uma das principais apostas do Comitê Olímpico do Brasil para atingir o Top-10 no quadro de medalhas do Rio-2016, o judô brasileiro terá nesta quinta-feira sua penúltima chance de pódio, que por enquanto só foi alcançado por Rafaela Silva. A grande expectativa é com Mayra Aguiar, atual medalhista de bronze na categoria até 78kg. No masculino, Rafael Buzacarini será o representante do País no tatame.

Mayra estreará diante da australiana Miranda Giambelli, e a brasileira é franca favorita. A adversária nunca venceu um torneio relevante fora de seu continente. Mayra, por sua vez, tem se mantido entre as principais judocas do mundo em sua categoria. Além do bronze em Londres-2012, ela vem de um título mundial em 2014 e da conquista da prata no Pan de Toronto, no ano passado.

O chaveamento, em tese, também favorece a brasileira. Sua principal adversária, a norte-americana Kayla Harrison, só cruzará o caminho de Mayra numa eventual disputa pelo título. O confronto entre as duas na decisão é bastante esperado, já que elas são as maiores rivais no tatame na categoria.

Para Mayra, a sequência de combates não faz a menor diferença. "Não olho muito o chaveamento da competição, se essa aqui passar, vai vir essa, procuro não fazer isso. Posso me distrair ou perder o foco do que eu preciso fazer no momento. Independentemente de quem vier, estarei com a mesma cabeça preparada da primeira até a última luta", avisou.

Entre os homens, Rafael Buzacarini é apontado como potencial surpresa na disputa até 100kg. Ele ganhou a vaga de Luciano Corrêa, campeão mundial em 2007 e atual bicampeão dos Jogos Pan-Americanos.