27°
Máx
13°
Min

Membro do COI preso repassou ingressos ilegalmente a empresas, acusa polícia

(Foto: Estadão Conteúdo) - Membro do COI preso repassou ingressos ilegalmente a empresas
(Foto: Estadão Conteúdo)

Membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), Pat Hickey, preso na manhã desta quarta-feira pela Polícia Civil do Rio, teria fornecido ingressos para a Olimpíada que recebia para empresas que os revendiam a preços abusivos. De acordo com o delegado Ricardo Barbosa, da Delegacia de Defraudações, "nem todos ingressos que Hickey recebia eram destinados ao público".

Também foram expedidos mandados de prisão contra quatro diretores da Pro10, empresa credenciada para vender ingressos da Olimpíada do Rio. Ela teria funcionado como uma "ponte" para repassar as entradas para a empresa americana THG, que vendia os ingressos a preços abusivos, segundo a polícia. Na semana passada, os quatro diretores da THG também tiveram mandados de prisão expedidos.

Hickey passou mal durante o momento da prisão e foi levado para o Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, zona Oeste da cidade, onde está preso sob custódia. Segundo a polícia, ele teria informado que tem problemas cardíacos.