28°
Máx
17°
Min

Michel Borges é dominado por tricampeão mundial e fica sem medalha no boxe

(Foto: Confederação Brasileira de Boxe) - Michel Borges fica sem medalha no boxe
(Foto: Confederação Brasileira de Boxe)

O brasileiro Michel Borges saiu da briga por medalha olímpica no boxe. Neste domingo, o boxeador do meio-pesado (até 81kg) não foi páreo para o cubano Julio Cesar de La Cruz, tricampeão mundial. Em luta que garantia ao menos o bronze ao vencedor, o experiente lutador de Cuba venceu por decisão unânime dos árbitros - todos viram vitória do favorito em todos os três rounds.

La Cruz tem o estilo de lutar dos cubanos, com a guarda baixa, com a mão abaixo da cintura, sempre oferecendo o rosto. Michel é o oposto. Não tira as duas mãos da cara. Nas vezes que buscou um cruzado ou um direto nos dois primeiros rounds, passou no vazio.

Ainda que o brasileiro comemorasse, não houve dúvidas da vitória do cubano nos dois primeiros assaltos. No terceiro, precisava derrubar La Cruz, mas lutou como se estivesse ganhando. Não estava. Melhor para o cubano, que mais uma vez controlou a luta como quis.

Há quatro anos, Michel Borges esteve nos Jogos de Londres como sparring (companheiro de treinos) de Yamaguchi Falcão. Participou diretamente da preparação do colega para vencer La Cruz exatamente nas quartas de final. O resultado, assim, pode ser visto como uma vingança do cubano.

Nascido no Vidigal, filho de um bombeiro e uma faxineira doméstica, Michel conheceu o boxe por meio do projeto social Todos na Luta, de Raff Giglio. Membro da classe média carioca, Raff subiu o Vidigal para instalar lá sua academia de boxe e vem formando atletas de ponta.

No Rio-2016, acompanhou, da arquibancada, tanto Michel Borges quanto Patrick Lourenço, eliminado na estreia da categoria até 49kg. O Brasil, aliás, só tem mais duas possibilidades de medalha, além de Robson Conceição, na final entre os leves (até 60kg).

Andreia Bandeira abre a sessão noturna do boxe, às 17h, lutando contra Athenya Bylon, do Panamá, em sua estreia olímpica, na categoria do médios. Às 19h, Joedison Teixeira, o Chocolate, sobe ao ringue contra Batuhan Gozgec, da Turquia. A luta, pela categoria até 64kg, classifica às quartas de final.