26°
Máx
19°
Min

Na quarta competição juntas, dupla do remo comemora ida à repescagem

(Foto: Washington Alves/Exemplus/COB) - Na quarta competição juntas, dupla do remo comemora ida à repescagem
(Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)


Em dezembro de 2015, Fernanda Ferreira e Vanessa Cozzi não formavam dupla no remo nem se dedicavam integralmente ao esporte. Ambas se juntaram somente neste ano para poder garantir vaga nos Jogos do Rio e, por isso, a fisioterapeuta e a administradora de empresas comemoraram muito neste domingo o terceiro lugar na prova de estreia nos Jogos do Rio. A celebração foi junto com os filhos.

A carioca Fernanda deixou de conciliar a fisioterapia com o remo para junto com a administradora de empresas Vanessa, paulistana, começar o sonho olímpico no começo deste ano. Foram menos de dois meses de treino até garantir vaga no pré-Olímpico, realizado no Chile. "A Olimpíada é somente a nossa quarta competição internacional juntas. Parece um clichê falar, mas estar aqui é a revelação de um sonho", afirmou Vanessa.

As duas saíram da lagoa Rodrigo de Freitas com apenas a vaga na repescagem garantida no skiff duplo peso-leve. A possível participação na semifinal só será definida nesta terça. Ambas estavam felizes e procuraram logo abraçar os filhos na zona mista. "Dentro do nosso parâmetro, fomos melhores do que a expectativa. Disputamos com duplas que estão juntas há bastante tempo", comentou Fernanda.

Em 2012, por exemplo, as duas nem imaginavam estar na Olimpíada seguinte como atletas. Naquele ano Fernanda foi mãe, então teve de parar de competir para cuidar de Bento, que vai completar quatro anos na sexta-feira. "Quero logo encontrar ele", disse a remadora ao sair da prova. Vanessa, na época dos Jogos de Londres, nem tinha começado no remo. A preparação para o Rio só teve interrupção para o nascimento da filha Larissa, de um ano e sete meses, com quem estava nos braços durante as entrevistas na zona mista.