21°
Máx
17°
Min

Nadal chega ao Rio para a Olimpíada colocando em dúvida a própria condição física

(Foto: Luiz Pires/Fotojump/Rio Open 2016) - Nadal chega ao Rio para a Olimpíada; condição física é dúvida
(Foto: Luiz Pires/Fotojump/Rio Open 2016)

Rafael Nadal está no Rio de Janeiro sem saber ao certo o que pode fazer na Olimpíada. Sem jogar desde a terceira rodada de Roland Garros, em maio, o tenista está em recuperação de uma lesão no pulso esquerdo e desistiu inclusive de disputar o Torneio de Wimbledon para se preparar melhor para o Rio-2016.

Neste domingo, ele desembarcou no Aeroporto Internacional do Rio, o Galeão, indicando que não está na melhor condição física e que pode desistir de participar da competição de duplas. "Não vou estar no melhor nível em nenhuma das disputas (simples e duplas). Estou há dois meses sem competir e eu treinei pouco. Treinarei uns dias aqui para ver o que fazer e aí vou decidir o que é melhor, o que for mais positivo para mim e para equipe", afirmou.

Dentre os males, porém, o menor. "Pelo menos estou aqui, semana passada eu estava em dúvida", completou o espanhol, que destacou que "a oportunidade de participar de uma Olimpíada é única e tem de ser aproveitada".

Nadal será o porta-bandeira da Espanha na cerimônia de abertura dos Jogos e, pelo tom da curta entrevista coletiva que deu no Galeão, deve disputar normalmente a competição na chave de simples. Outro grande nome do tênis, Roger Federer se viu obrigado a desistir da competição por lesão. Nadal tem treino marcado para esta segunda-feira de manhã no Estádio de Tênis, junto com o seu compatriota David Ferrer, com quem voou de Portugal ao Rio.