24°
Máx
17°
Min

Nishikori vence o desgastado Nadal e conquista bronze no tênis masculino

(Foto: Ministério do Esporte) - Nishikori vence o desgastado Nadal e conquista bronze no tênis
(Foto: Ministério do Esporte)


O tenista japonês Kei Nishikori, número 7 do mundo, conquistou a medalha de bronze no torneio olímpico de simples ao vencer, na tarde deste domingo, o espanhol Rafael Nadal, quinto melhor do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 7/6 (7/0) e 6/3.

Após enfrentar uma maratona de jogos nos últimos dias, por disputar simultaneamente os torneios de simples e duplas, e jogando sob sol forte (a partida começou às 13h40), Nadal demonstrou desgaste físico e teve dificuldades desde o início do jogo.

Enquanto o japonês confirmava seu serviço com facilidade, o espanhol tinha que enfrentar longos ralis e salvar muitos break points para vencer cada game. Nadal esboçou uma reação a partir da metade do segundo set, mas voltou a falhar no terceiro e decisivo.

O JOGO - No primeiro set o japonês quebrou o serviço de Nadal pela primeira vez no quinto game e repetiu a quebra no sétimo game. Nishikori fechou o set em 6/2.

O segundo set pode ser dividido em duas partes: até o sétimo game o jogo parecia estar na mão de Nishikori, que quebrou o serviço do adversário no terceiro e no sétimo games. Mas, a partir do oitavo só deu Nadal, que revidou as quebras de serviço e empatou o jogo em 5/5 no décimo game.

O jogo foi para o tie-break e Nadal abriu uma ampla vantagem de 7/1, vencendo o set e empatando a partida. A torcida brasileira, que apoiava Nadal e chegou a vaiar Nishikori, emendou coros de apoio ao espanhol. Quando o silêncio pedido pelo árbitro foi restabelecido, algum engraçadinho gritou "arigatô".

No terceiro set o japonês novamente quebrou o serviço de Nadal no terceiro game e manteve a vantagem até o final, vencendo por 6/3.

Agora medalhista olímpico, Nishikori é o primeiro japonês a estar entre os 10 melhores tenistas do mundo. Ele atingiu sua melhor colocação em março de 2015, quando figurou como 4º melhor do mundo.

NADAL - Após conquistar a medalha de ouro em simples em Pequim-2008, não competir em Londres-2012 devido a uma lesão e quase ficar novamente de fora nesta Olimpíada devido a outra lesão, agora no punho esquerdo (Nadal só confirmou presença no torneio em 2 de agosto, após treinar durante dois dias no Rio de Janeiro), o tenista espanhol encerra os Jogos do Rio com uma medalha de ouro conquistada em parceria com o compatriota Marc Lopez no torneio de duplas masculinas.

Ele também planejou competir em duplas mistas, mas acabou desistindo porque teria de disputar o terceiro jogo em um mesmo dia - na última quinta-feira ele jogou os torneios de simples e duplas masculinas.

FINAL - Na quadra central, o britânico Andy Murray e o argentino Juan Martin del Potro vão disputar ainda neste domingo a medalha de ouro do torneio de simples. Murray, número 2 do mundo e campeão em Londres-2012, derrotou na semifinal o japonês Nishikori, em jogo realizado neste sábado. No mesmo dia, Del Potro, 141º do mundo, derrotou Nadal em disputa muito equilibrada. Na primeira rodada o argentino já havia surpreendido ao eliminar o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo.