22°
Máx
17°
Min

No judô, Argentina celebra seu primeiro ouro individual entre as mulheres

(Foto: Google) - Argentina celebra seu primeiro ouro individual entre as mulheres
(Foto: Google)

A judoca argentina Paula Pareto fez história no último sábado. Ao conquistar o ouro olímpico na categoria até 48kg - por si só uma façanha que ficará para a posteridade -, ela também se tornou a primeira atleta argentina a conquistar uma medalha de ouro na Olimpíada em uma disputa individual. De quebra, aos 30 anos, é agora a judoca mais velha a vencer uma disputa olímpica.

No pódio, Paula chorou ao ouvir o hino do país. "Eu sonhei muito com isso e estou muito feliz. Comecei com um desempenho abaixo e estou muito feliz por ter vencido uma adversária tão difícil", afirmou, logo após superar a sul-coreana Bokyeong Jeong na decisão.

"Foi uma luta muito difícil. Durante a semana todos estavam muito loucos em Buenos Aires, acreditavam mais do que eu. Muita alegria com isso tudo, muito feliz. Não acreditava na vitória, mas aos poucos fui ganhando confiança", comentou.

A judoca ouviu vaias da torcida brasileira durante o caminho até o título. No fim, foi aplaudida, e ganhou o apoio do brasileiro Felipe Kitadai, que também competiu no sábado, mas ficou pelo caminho.

"A Paula Pareto é atleta experiente, muito humilde e é amiga de todos. Nunca teve problema com ninguém. Fico feliz por ela ter sido campeã olímpica", afirmou o brasileiro.