27°
Máx
13°
Min

No tie-break, Holanda vence China na competição de vôlei feminino no Rio

Em jogo disputado ponto a ponto, a Holanda venceu a China no tie-break na segunda partida de vôlei feminino deste sábado, no Maracanãzinho, dos Jogos Olímpicos. Com duas viradas durante o confronto, as equipes protagonizaram o duelo da técnica e versatilidade chinesa com a garra e força da Holanda, que participa de uma Olimpíada pela primeira vez após 20 anos de jejum. No fim, prevaleceu a determinação das holandesas, que fez 3 a 2, com parciais de 25/23, 21/25, 18/25, 25/22 e 15/13, com o forte apoio da torcida brasileira.

No primeiro set, a equipe chinesa errou mais e sentiu a potência do ataque holandês, que conseguiu encaixar boas cortadas na quadra adversária. O placar terminou em 25 a 23. As chinesas passaram a imprimir seu ritmo de jogo no segundo set, com bons bloqueios da gigante Xinyue Yuan, de 2,01, a mais alta em quadra. A equipe ainda jogou com maior variedade de jogadas e chegou a abrir nove pontos de vantagem sobre as adversárias. A Holanda ainda reagiu e diminuiu a diferença no placar no set, que terminou com 25 a 21.

Com a reação, a Holanda chegou ao quarto set disposta a virar o jogo. A partida seguiu empatada a maior parte do tempo, e o time holandês chegou a ter dois set points até fechar em 25 a 22. A vitória deu força para o time chegar ao desempate, também disputado ponto a ponto. Com muitos erros de saque e ataque de ambas as equipes, prevaleceu a Holanda com 15 pontos a 13. A seleção saiu aplaudida pela torcida brasileira.