21°
Máx
17°
Min

Nuzman classifica problemas na Vila Olímpica como 'naturais'

(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil) - Nuzman classifica problemas na Vila Olímpica como 'naturais'
(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil)

O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, classificou de "naturais" as críticas e problemas encontrados pelos atletas nos alojamentos. A Vila dos Atletas, na Barra da Tijuca, foi aberta neste domingo em meio a fortes críticas da equipe australiana, que se recusou a se hospedar lá. Até segunda ordem, a delegação ficará em hotéis.

Segundo Nuzman, a Vila Olímpica do Rio é "a melhor da história das Olimpíadas", mas ajustes são necessários nos apartamentos. Pela manhã, o Comitê Olímpico da Austrália (AOC) alegou problemas no encanamento, sistema de gás e eletricidade dos apartamentos e comunicou oficialmente que não permanecerá no local até que os problemas sejam resolvidos. Segundo a delegação australiana, atletas de outros países também apresentaram queixas às instalações.

Apesar desses problemas, também nas áreas comuns, equipes de pelo menos outros 10 países já estão no condomínio que tem capacidade para 17 mil pessoas. Os atletas começaram a chegar na Vila por volta das 9h. Já deram entrada países como Eslovênia, Suécia, Itália, Inglaterra, África do Sul, Portugal, Alemanha e atletas de 14 modalidades do Brasil.

"Já fizemos várias mudanças na Vila e sempre que fazemos isso sentimos que ajustes são necessários. É natural que ajustes necessários sejam feitos ao longo dos próximos dias. O trabalho de verificação já havia começado. A Verificação e importante para delegações dizerem os problemas. um. Mais importante é, de agora em diante, ver o que podemos entregar. Não é procurar quem errou ou deixou de errar", disse Nuzman à imprensa, em evento que deveria servir de festa pela abertura da Vila.

Para o brasileiro, os problemas na Vila Olímpica não são exclusividade do Rio. "Outros organizadores de Jogos Olímpicos já tiveram situações semelhantes ou piores. Nossa missão é corrigir o que for feito para ter Jogos espetaculares", completou o dirigente.