26°
Máx
19°
Min

Nuzman garante 'carta branca' a Agberto Guimarães, novo diretor do COB

- Nuzman garante 'carta branca' a Agberto Guimarães, novo diretor do COB

O novo diretor executivo de Esportes do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Agberto Guimarães, "terá carta branca" para conduzir o planejamento do Time Brasil para o ciclo olímpico visando os Jogos de Tóquio-2020. A garantia é do presidente do comitê, Carlos Arthur Nuzman, que foi reeleito para o cargo nesta terça-feira.

Nuzman anunciou o nome do novo diretor como primeiro ato após ser reeleito para o sexto mandato na presidência do COB. A escolha foi confirmada pouco mais de um mês após a saída de Marcus Vinícius Freire do cargo. Freire fora o principal responsável por definir a meta de colocar o Brasil no Top 10 do quadro de medalhas dos Jogos do Rio-2016, mas a equipe brasileira encerrou a competição na 12º colocação, empatada com a Holanda.

Nesta terça, Carlos Arthur Nuzman não quis antecipar a meta do Brasil para Tóquio-2020, mas declarou que Agberto Guimarães, quarto colocado nos 800m rasos em Moscou-1980 e diretor de Esportes do Comitê Rio-2016, terá "um grande desafio" pela frente.

"Aquela meta (ser Top 10), se eu não dissesse, não iam me deixar. Eu arrisquei. Deixa a gente pensar, avaliar. O Agberto assumiu, vai conversar com as confederações. Acho que esse é um grande desafio, e o Agberto é a pessoa talhada para conduzir esse desafio", afirmou.

Nuzman disse que o novo diretor poderá implantar a filosofia de trabalho que bem entender. "Ele tem carta branca. Ele é o diretor executivo de Esportes, e é evidente que se ele achar que é preciso incrementar, crescer alguma coisa... Vamos aguardar. Ele vai analisar, avaliar, e ver o que fazer."