24°
Máx
17°
Min

Onze pesistas caem no doping em reanálises de testes de Londres-2012

Foto: Divulgação  - Onze pesistas caem no doping em reanálises de testes de Londres-2012
Foto: Divulgação

Onze atletas do levantamento de peso, entre eles três medalhistas russos, testaram positivo para uso de doping na última leva de reanálises de testes realizados durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, confirmou nesta quarta-feira a federação internacional desta modalidade (IWF, na sigla em inglês).

A entidade informou, por meio de um comunicado, que, dos 11 competidores flagrados com substâncias ilegais, seis foram medalhistas e estão provisoriamente suspensos até os seus casos serem encerrados. Três destes atletas, por sinal, são da Rússia, país envolvido em um gigante escândalo de dopagem, sendo que todos os exames envolvendo os mesmos apontaram o uso de dehydrochlormethyltestosterone, um esteroide anabolizante.

Os atletas russos em questão que testaram positivo para uso de doping foram Alexandr Ivanov, medalhista de prata na categoria até 94kg; Nataliya Zabolotnaya, prata na disputa feminina dos 75kg; Svetlana Tzarukaeva, também prata na 63kg; e Andrey Demanov, que ficou em quarto na 94kg. Ivanov, por sua vez, também testou positivo para tamoxifen, um modulador hormonal.

Os outros três medalhistas flagrados nestas reanálises foram o armênio Hripsime Khurshudyan, bronze na categoria acima de 75kg; a bielo-russa Iryna Kulesha, bronze na até 75kg entre as mulheres; e a moldávia Cristina Iovu, bronze na até 53kg.

Ainda testaram positivo para doping o turco Sibel Simsek, o casaque Almas Uteshov, o georgiano Rauli Tsirekidze e Intigam Zairov, do Azerbaijão.

Antes da revelação destes novos dopings em reanálises de testes de Londres-2012, levantadores de peso da Bulgária foram banidos dos Jogos Olímpicos do Rio por causa de um alto número de casos positivos para substâncias proibidas, enquanto atletas russos correm o risco de ficar fora da Olimpíada que começa no próximo mês.

Na segunda-feira, a IWF afirmou que pediu "mais esclarecimentos" do Comitê Olímpico Internacional e da Agência Mundial Antidoping antes de sua decisão final sobre quais atletas russos poderão ser liberados para competir no Rio-2106.

Até agora, 31 dos 98 casos de doping descobertos por meio de reanálises de testes realizados nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012 foram de atletas do levantamento de peso.