22°
Máx
17°
Min

Pacquiao encerra breve aposentadoria e voltará a lutar em novembro

(Foto: Divulgação)  - Pacquiao encerra breve aposentadoria e voltará a lutar em novembro
(Foto: Divulgação)

Ícone do boxe, o filipino Manny Pacquiao confirmou nesta quarta-feira que vai deixar de lado a aposentadoria para lutar com o norte-americano Jessie Vargas, o atual campeão da Organização Mundial do Boxe (OMB) entre os meio-médios, no dia 5 de novembro, em Las Vegas.

O pugilista e senador filipino divulgou um comunicado confirmando a luta, dizendo que vai realizar toda a preparação no seu país para seguir realizando o seu trabalho legislativo, como prometeu durante a campanha eleitoral.

Seu assessor, Michael Koncz, disse que haverá uma turnê promocional de 8 a 10 setembro em Los Angeles. Após ela, Pacquiao e sua equipe retornarão ao seu país para que o boxeador possa cumprir com os seus deveres no Senado.

Pacquiao, de 37 anos, disse que estava animado para voltar aos ringues. Antes de sua última luta, em abril, havia declarado que iria se aposentar. Durante a campanha para a eleição, em 9 de maio, garantiu aos eleitores filipinos que iria

se concentrar no trabalho legislativo, quando fosse eleito para o Senado.

"Sim, a luta vai ocorrer. Eu marquei uma luta para 5 de novembro com o campeão dos meio-médios da OMB Jessie Vargas", disse Pacquiao. "O boxe é minha paixão. Eu senti falta de estar no ginásio e em cima do ringue", acrescentou.

Pacquiao, que teve uma infância pobre, disse que o boxe é a sua principal fonte de renda. Ele afirmou que não pode contar apenas com seu salário de senador para se sustentar.

O filipino se reuniu por duas horas com Bob Arum, que comanda a Top Rank Boxing, responsável por promover lutas, na última terça-feira em Manila, e eles irão se encontrar novamente em breve para assinar o contrato, explicou Koncz.