22°
Máx
14°
Min

Parisi dá vaga ao Brasil e se aproxima da 4ª Olimpíada nos saltos ornamentais

(Foto: Divulgação/Site Oficial) - Parisi dá vaga ao Brasil e se aproxima da 4ª Olimpíada nos saltos ornamentais
(Foto: Divulgação/Site Oficial)

Hugo Parisi está muito perto de disputar sua quarta edição de Jogos Olímpicos. Nesta terça-feira, ele terminou na 18.ª colocação a fase de classificação da Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, que está sendo disputada no Parque Aquático Maria Lenk, ficou com a última vaga na semifinal e garantiu uma vaga para o Brasil nesta prova no Rio-2016 a partir dos critérios da Federação Internacional de Natação (Fina).

A vaga brasileira, porém, ainda não é de Hugo Parisi. A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) estabeleceu índice de 420 pontos para assegurar a participação na Olimpíada e Parisi ficou longe disso, com 379,65. "(A vaga) ainda é não nominal. Agora tenho que buscar os 420 pontos para garantir o meu nome de vez", comentou o saltador, que poderá melhorar o desempenho na semifinal.

Na prática, entretanto, a classificação obtida por Hugo Parisi não deve garantir mais uma credencial para o Brasil nos saltos ornamentais nos Jogos Olímpicos do Rio, uma vez que ele e Jackson Rondinelli formam a melhor dupla do País na plataforma e deverão ir à Olimpíada na vaga destinada ao anfitrião.

O resultado no evento-teste, entretanto, garante a Parisi a possibilidade de participar também da prova individual. Parisi já esteve em três edições dos Jogos Olímpicos, mas nunca chegou nem mesmo a uma semifinal. Foi 19.º em Pequim-2008, 30.º em Londres-2012 e 32.º em Atenas-2004.

Nesta terça-feira, o saltador somou 379,65 pontos em uma prova marcada por irregularidade em seu desempenho. Parisi terminou apenas em 25.º lugar no primeiro salto, mas foi se recuperando - na quarta rodada já estava na 12.ª colocação. No quinto salto, porém, o atleta errou e caiu para o 21.º lugar. Acabou salvo pelos 67,20 pontos que fez em sua última tentativa.

"Esta é uma competição muito difícil, todos entram com muito cuidado por serem as últimas vagas e acaba que tanto cuidado produz muitos erros e eu não fui diferente. Mas tive sorte também, pois nos Jogos de Pequim-2008 fiquei em 19.º nas eliminatórias e fora da semifinal por uma posição e agora fiquei em 18.º, no limite", disse após deixar a piscina.

Além de Parisi, também Isaac Souza Filho, de apenas 16 anos, pode competir na plataforma nos Jogos do Rio. Nesta terça-feira, o garoto ficou na 23.ª posição, com 362,55 pontos, fora da semifinal, mas tem tudo para herdar uma das vagas que restarão após a cada país definir seus convocados. Em 2012, até o 30.º colocado da Copa do Mundo na plataforma esteve na Olimpíada.

"Tentei fazer o meu melhor e fiquei feliz com o meu resultado. Estou com o pensamento positivo para conseguir a vaga na repescagem. Cada competição é um ganho, uma experiência para mim", declarou Isaac após a competição.