27°
Máx
13°
Min

Phelps perde pela 1ª vez e divide prata com dois rivais nos 100m borboleta

(Foto: Rio 2016) - Phelps perde pela 1ª vez e divide prata com dois rivais
(Foto: Rio 2016)

Michael Phelps estava impossível no Rio de Janeiro até encontrar com Joseph Schooling, de Cingapura. Na noite desta sexta-feira, ele disputou sua quinta final e ficou com a prata, chegando a cinco medalhas no total nesta edição da Olimpíada. O norte-americano não teve uma boa largada e viu o rival disparar nos 100 metros borboleta, prova que é sua especialidade e que poderia lhe render o tetracampeonato olímpico.

Schooling, que já havia se destacado nas eliminatórias, bateu na frente de Phelps com o tempo de 50s39. O norte-americano, que pode conquistar mais um ouro no revezamento 4x100 metros medley, no sábado, anotou 51s14, empatando com outros dois rivais, o sul-africano Chad Le Clos e o húngaro Laszlo Cseh. Eles registraram exatamente o mesmo tempo na final.

Apesar do revés, Phelps vem tendo uma ótima competição no Rio. O nadador pensou que não conseguiria chegar aos Jogos em tão boa forma. Mas desde que entrou na piscina no Estádio Aquático Olímpico, ficou à frente de seus rivais nas provas de 200m borboleta, 200m medley e nos revezamentos 4x100m livre e 4x200m livre.

Com a conquista da medalha, Phelps chega a 27 medalhas olímpicas, sendo 22 de ouro. Para se ter uma ideia, o Brasil possui 24 ouros em toda a sua história na Olimpíada. A performance do atleta, inclusive, é tão boa quanto a que ele teve nos Jogos de Londres-2012, quando conquistou quatro ouros e duas pratas.

Aos 31 anos, ele já decidiu que vai encerrar sua trajetória olímpica no Rio, mas muitos fãs gostariam que ele continuasse, até porque vem mostrando superioridade sobre os adversários na piscina. Mas ele prefere encerrar sua carreira por aqui. "Eu me sinto jovem, mas meu corpo dói após as provas", disse o atleta diversas vezes.