24°
Máx
17°
Min

Polícia faz operação para prender suspeitos de morte de agente da Força Nacional

- Polícia faz operação para prender suspeitos de morte de agente

A Delegacia de Homicídios do Rio (DH-Capital) realiza nesta terça-feira uma operação para prender dois acusados do assassinato do soldado Hélio Vieira Andrade, da PM de Roraima e a serviço da Força Nacional de Segurança durante a Olimpíada do Rio. O policial foi baleado na semana passada na Vila do João, no Complexo da Maré, no subúrbio carioca.

A ação policial cumpre mandados de prisão expedidos pela Justiça. Tem participação de policiais da Divisão de Homicídios, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE).

A operação, coordenada pelos delegados Rivaldo Barbosa e Fábio Cardoso, é resultado da investigação da DH iniciada em 10 de agosto. Andrade foi baleado na testa quando, por engano, o carro em que estava entrou na comunidade, dominada por traficantes, e criminosos abriram fogo contra o veículo. Outro PM, o capitão Allen Marcos, da Polícia Militar do Acre, foi ferido por estilhaços no rosto, mas foi liberado. Um terceiro policial não foi ferido.

Andrade chegou a ser submetido a cirurgia. Morreu no sábado, no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, na zona norte.