23°
Máx
12°
Min

Prass terá de passar por cirurgia e não disputará a Olimpíada

(Foto: Assessoria CBF) - Prass terá de passar por cirurgia e não disputará a Olimpíada
(Foto: Assessoria CBF)

A contusão do goleiro Fernando Prass é mais grave do que a CBF vinha relatando. O goleiro terá de passar por cirurgia no cotovelo direito e, por isso, não disputará a Olimpíada do Rio. Até as primeiras horas da noite deste sábado, a CBF ainda não havia se posicionado oficialmente sobre o jogador, com corte certo da equipe nacional que irá ao Jogos. Há um protocolo a ser seguido pela entidade.

O técnico Rogério Micale mostrou-se constrangido ao ser questionado sobre o assunto. "Sobre o Fernando Prass, ele vai passar por uma nova avaliação (médica) e depois a gente poderá comentar com mais precisão sobre sua condição. Por enquanto, eu gostaria de falar somente do jogo contra o Japão que fizemos." Prass terá de operar o cotovelo novamente. Não está descartada a possibilidade de ele ficar fora também das partidas do Palmeiras no segundo semestre.

Durante toda a semana na Granja Comary, a CBF bancou que o goleiro estava tendo boa recuperação após se machucar. Na sexta-feira, Micale disse que iria esperar até perto do início do jogo deste sábado para definir se poderia utilizar o atleta diante da seleção japonesa pelo menos em parte da partida. Havia esperança. O jogador acabou sendo descartado do amistoso que terminou com vitória do Brasil por 2 a 0.

"Quem viu o treino de sexta, viu o Fernando Prass treinando normalmente, apesar de ele não se atirar no chão, evitando usar o braço direito. Mas o que vai acontecer é que temos de passar por nova avaliação médica para decidir se ele vai ser cortado ou não. Eu não estou mentindo, não posso falar nada sem o laudo médico. Se ele vai passar por uma avaliação, logicamente uma coisa mais séria aconteceu, mas temos de ter certeza do que aconteceu", ressaltou Micale logo após o amistoso contra o Japão. Pessoas próximas ao goleiro já admitiam a cirurgia e seu corte da seleção.