22°
Máx
16°
Min

Rafaela Silva vence duas vezes e se garante nas quartas do judô no Rio-2016

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016 - Rafaela Silva vence duas vezes e se garante nas quartas do judô
Foto: Roberto Castro/ Brasil2016


A brasileira Rafaela Silva está classificada para as quartas de final do peso leve (até 57kg) nos Jogos do Rio. Nesta segunda-feira, ela conquistou duas vitórias na Arena Carioca 2 e ficou mais perto de dar ao País a sua primeira medalha no esporte que é considerado uma das grandes esperanças do Brasil na Olimpíada.

A segunda vitória de Rafaela foi a mais expressiva. Afinal, a brasileira superou a sul-coreana Kim Jan-Di, a segunda colocada no ranking mundial. No início do combate, a asiática levou duas punições contra apenas uma de Rafaela, que assim ficou em vantagem no confronto.

Depois, praticamente assegurou o triunfo ao conseguir um wazaari a 1min13 do fim. Com isso, passou a administrar a luta, levou mais dois shidôs, mas não teve a sua vitória ameaçada pela sul-coreana.

Já a primeira luta de Rafaela na Olimpíada durou apenas 46 segundos. A peso leve superou a alemã Myriam Roper por ippon, confirmou o seu excelente desempenho diante da europeia, a quem venceu em todos os dez confrontos anteriores e entrou na Olimpíada pior ranqueada do que a brasileira - 15º lugar, quatro posições atrás dela.

Agora, nas quartas de final, Rafaela terá pela frente a húngara Hedvig Karakas, que foi a sua algoz nos Jogos de 2012, quando a brasileira acabou sendo eliminada por aplicar um golpe ilegal na sua segunda luta em Londres. A sua oponente ocupa a nona posição no ranking.

Em caso de vitória, Rafaela vai lutar por uma medalha na Olimpíada do Rio. Carioca, ela conquistou exatamente na cidade o maior feito da sua carreira, ao ser campeão mundial em 2013 - ela também possui um vice-campeonato, assegurado em 2011.

Rafaela Silva, portanto, é a esperança de dar ao Brasil a sua primeira medalha nos Jogos Olímpicos. Até agora, o País coleciona resultados abaixo do esperado, com as eliminações de Sarah Menezes, Felipe Kitadai, Erika Miranda, Charles Chibana e Alex Pombo - Erika até lutou pelo bronze, mas acabou sendo derrotada.