21°
Máx
17°
Min

Rafaela Silva vence húngara e vai às semifinais do judô na Olimpíada

Rafaela Silva triunfou nas quartas de final (Foto: Divulgação) - Rafaela Silva vence húngara e vai às semifinais do judô na Olimpíada
Rafaela Silva triunfou nas quartas de final (Foto: Divulgação)

O judô brasileiro terá nesta segunda-feira mais uma nova chance de subir ao pódio pela primeira vez nos Jogos do Rio. A peso leve (até 57kg) Rafaela Silva triunfou nas quartas de final sobre a húngara Hedvig Karakas, na Arena Carioca 2, se classificando para as semifinais, que serão realizadas no período da tarde.

Rafaela Silva terá pela frente a romena Corina Caprioriu, a décima colocada no ranking mundial - a brasileira ocupa a 11ª posição. A vitória garante ao menos a prata para a brasileira, mas em caso de derrota, ele ainda terá mais uma chance de medalha, em luta contra o bronze diante de uma judoca que vier da repescagem.

O triunfo que garantiu Rafaela nas semifinais também foi de uma lutadora mais bem ranqueada, pois Karakas é a número 9 do mundo. Mas depois de cada uma delas levar uma punição, a brasileira aplicou um wazari com 1min50 de combate.

Depois, conseguiu se defender bem das investidas da rival para garantir o seu triunfo, ainda que tenha levado duas punições, contra mais uma da sua oponente. Assim, se garantiu nas semifinais da Olimpíada.

Além disso, o triunfo teve ares de vingança. A húngara foi a algoz da brasileira nos Jogos de 2012, quando a brasileira acabou sendo eliminada por aplicar um golpe ilegal na sua segunda luta em Londres, deixando o tatame sob lágrimas.

Nesta segunda, Rafaela estreou na Olimpíada com vitória sobre a alemã Myriam Roper, a número 15 do mundo, por ippon, em luta que durou apenas 46 segundos. Depois, o triunfo foi sobre a sul-coreana Kim Jan-Di, a segunda colocada no ranking mundial, por wazari.

Agora Rafaela vai lutar por uma medalha na Olimpíada do Rio. Carioca, ela conquistou exatamente na cidade o maior feito da sua carreira, ao ser campeão mundial em 2013 - ela também possui um vice-campeonato, assegurado em 2011.

Rafaela, portanto, é a esperança de dar ao Brasil a sua primeira medalha nos Jogos Olímpicos. Até agora, o País coleciona resultados abaixo do esperado, com as eliminações de Sarah Menezes, Felipe Kitadai, Erika Miranda, Charles Chibana e Alex Pombo - Erika até lutou pelo bronze, mas acabou sendo derrotada no último domingo. Rafaela, porém, é a primeira a avançar às semifinais.