22°
Máx
17°
Min

Rayssa Costa perde no 2º duelo e Amanda Simeão cai na estreia da esgrima no Rio

(Foto: Reprodução/Facebook) - Rayssa Costa perde e Amanda Simeão cai na estreia da esgrima no Rio
(Foto: Reprodução/Facebook)

A esgrimista brasileira Rayssa Costa foi eliminada no seu segundo duelo na disputa feminina da espada individual, nos Jogos Olímpicos do Rio. Neste sábado, ela perdeu para a tunisiana Sarra Besbes por 15 a 8, depois de estrear com triunfo na competição, realizada na Arena Carioca 3.

Na sua estreia, em emocionante duelo que se manteve equilibrado até o final, Rayssa Costa derrotou a suíça Tiffany Geroudet por 15 a 13. Ela estava perdendo até os 47 segundos do terceiro período quando empatou em 13 a 13. Dois segundos depois virou para 14 a 13 e logo em seguida fechou o duelo em 15 a 13.

Sobre o equilíbrio e o fato de ter saído perdendo na primeira disputa, Rayssa afirmou que "já tinha treinado para suportar essa pressão". "Fiz preparação mental com minha psicóloga esportiva, e havíamos treinado todas as situações", afirmou.

Depois, porém, não teve muitas chances diante de Besbes. A tunisiana fechou o primeiro período perdendo por 9 a 5. E o duelo foi finalizado ainda no segundo período, com o triunfo por 15 a 8 de Besbes, garantida nas oitavas de final.

Já Amanda Simeão teve participação ainda mais breve na espada individual nos Jogos do Rio. Logo na sua estreia, ela perdeu para a francesa Marie-Florence Candassamy, por 15 a 6, sendo eliminada do torneio.

Além delas, o Brasil também será representado na disputa feminina da espada por Nathalie Moellhausen, de 30 anos, que nasceu na Itália e se naturalizou brasileira. Ela é a brasileira melhor classificada no ranking mundial e vai começar sua participação já na segunda etapa eliminatória. Às 11h15, enfrentará a norte-americana Kelley Hurley, de 28 anos.

SEM FESTA - Rayssa Costa contou que, para competir às 9 horas, teve que ir dormir às 22h na última sexta-feira. Assim, não pôde acompanhar a cerimônia de abertura da Olimpíada. "Queria muito ter visto, mas me conformei. Em todos os grandes eventos é assim, a esgrima feminina começa logo na manhã seguinte à abertura, então já estou acostumada a não participar".