22°
Máx
17°
Min

Revezamento 4x100m medley masculino do Brasil vai à final com 7º tempo

( Foto: Danilo Borges/ ME/ BRASIL2016) - Revezamento 4x100m medley masculino do Brasil vai à final com 7º tempo
( Foto: Danilo Borges/ ME/ BRASIL2016)


O Brasil está garantido em mais uma final da natação na Olimpíada do Rio. Nesta sexta-feira à tarde, a equipe masculina do revezamento 4x100m medley fechou as semifinais com o sétimo melhor e confirmou a classificação. O time da Grã-Bretanha avançou com a melhor marca do dia.

A equipe brasileira formada por Guilherme Guido, Felipe França, Henrique Martins e Marcelo Chierighini fez bonito e garantiu o Brasil em sua sétima final da modalidade nos Jogos do Rio. Trata-se do recorde do País na natação em uma edição de Olimpíada.

Para avançar, o Brasil terminou na quarta colocação da segunda bateria do dia, com o tempo de 3min32s96, atrás dos Estados Unidos, do Japão e da China. O time brasileiro começou mal, com Guilherme Guido, mas se recuperou com Felipe França e Henrique Martins. Chirighini chegou a colocar o País na terceira colocação, mas o time brasileiro fechou mesmo em quarto.

Já no revezamento 4x100m medley feminino, o Brasil ficou de fora da decisão. A equipe formada por Natália Lucas, Jhennifer Conceição, Daynara de Paula e Larissa Oliveira completou a prova em 4min02s83, na sétima posição da bateria e 13.ª no geral. Os Estados Unidos fizeram 3min54s67 e foram os mais rápidos. Canadá, Dinamarca, Rússia, Austrália, China, Itália e Grã-Bretanha completam os participantes da final.

Na disputa dos 1.500m livre, o Brasil também ficou sem representantes na final. Brandonn Almeida e Miguel Valente caíram na piscina nesta sexta pelas eliminatórias, mas ficaram muito distantes da classificação. Brandonn fez 15min14s73 e fechou na 29.ª colocação entre os 46 competidores, enquanto Miguel foi ainda pior e acabou em 31.º, com 15min22s57.

A primeira colocação da prova ficou com o italiano Gregorio Paltrinieri, que completou a distância em 14min44s51. A segunda posição foi do norte-americano Connor Jaeger, seguido por seu compatriota Jordan Wilimovsky. Atual campeão olímpico da prova, o chinês Sun Yang ficou em 16.º e está fora da decisão.