22°
Máx
16°
Min

Revezamento da Tocha Olímpica em pauta no NRE de Cascavel

Revezamento da Tocha Olímpica em pauta no Núcleo de Educação

A emoção pela passagem da Chama Olímpica foi sentida mais uma vez por funcionários do Núcleo Regional da Educação de Cascavel, região Oeste do Estado, que puderam ver de perto uma réplica da Tocha, símbolo dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016, que neste ano serão realizados no Brasil.

Nesta segunda-feira (04), a chefe da Regional de Ensino, Inez Aliete Dalavechia, parabenizou professores e estudantes que participaram diretamente desse momento histórico vivido pelos habitantes de Cascavel, na última quarta-feira à noite.

O professor de Educação Física e treinador de Taekwondo em Cascavel, Claudiomar Vieira, um dos condutores da Chama, trouxe sua réplica da Tocha para apreciação de todos. Segundo ele, participar desse acontecimento histórico representa sua valorização profissional pela atuação em projetos de iniciação esportiva, oferecendo a prática na modalidade para crianças e adolescentes e revelando vários atletas para o desporto municipal, estadual, nacional e internacional.

“É difícil expressar o sentimento vivido, pois a emoção aflora durante a condução e nos faz lembrar toda a trajetória no esporte e também leva a pensar sobre o futuro. A condução da Tocha Olímpica é um momento único na vida do desportista, representa um marco na sua vida”, disse Claudiomar Vieira.

As estudantes Thais Fernanda Ledur e Priscila dos Santos Martins, do Colégio Estadual do Campo do Reassentamento São Francisco, vieram acompanhadas da professora de Língua Portuguesa, Marilane F. Moraes, e da diretora do Colégio, Evaneti Velozo.

De acordo com a professora Marilane, que fez parte da primeira turma e foi orientadora na produção dos textos que selecionaram as alunas para o Revezamento da Tocha em Cascavel, é uma honra ter sido estudante, ser professora, mãe de aluno e moradora da comunidade do Reassentamento São Francisco. 

“Foi um momento importante e muito significativo, oportunizou mostrar a escola, destacando parte do trabalho escolar que é realizado. Orientar as meninas e vê-las segurando a Tocha foi satisfatório, destacou a importância do nosso trabalho, que é válido e é reconhecido”, comentou.

A estudante Thais expressou seu sentimento por ter recepcionado o Fogo Simbólico no Município: 

“Esse momento de ser a anfitriã da Tocha e conduzi-la no início do trajeto junto a um dos maiores empresários de Cascavel, que deu impulso para o automobilismo, o senhor Pedro Muffato, revelou nossa importância enquanto alunos de escola pública por termos abertura para participarmos desse grande evento. Oportunidade única e histórica, pois além de incluir as pessoas no evento esportivo, foi um momento muito significativo individualmente”.

O sentimento olímpico também foi manifestado por Priscila: 

“Quando recebi o convite para escrever a redação, eu me senti valorizada enquanto aluna de escola pública. Prontamente aceitei, mas nem tinha ideia da grandeza do evento e nem até onde eu chegaria. Sendo anfitriã, junto com a Thais, posso dizer hoje que me sinto realizada com o meu desempenho na redação e essa experiência a mais na minha vida”.

Depois de passar pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina, nos dias 15 e 16 de julho a tocha volta ao Paraná, em Curitiba. As Olimpíadas Rio 2016 acontecem de 05 a 21 de agosto. Serão 42 modalidades esportivas em 19 dias de competição, 306 provas valerão medalhas: 136 femininas, 161 masculinas e nove mistas.

Colaboração: Assessoria NRE