23°
Máx
12°
Min

Rio-2016 apresenta medalhas e anuncia slogan: 'Um mundo novo'

O Comitê Organizador Rio-2016 apresentou nesta terça-feira as medalhas que serão entregues a mais de 5 mil atletas nos Jogos Olímpicos, em agosto. Produzidas pela Casa da Moeda do Brasil, as medalhas apresentam a marca dos Jogos do Rio rodeada por uma folha de louro, símbolo da vitória na tradição grega.

"As medalhas têm uma série de elementos de inovação que deixamos para os Jogos", afirmou o presidente do Comitê Organizador, Carlos Arthur Nuzman. O órgão anunciou ainda o slogan da competição: "Um mundo novo".

Para Nuzman, o legado de infraestrutura deixado na cidade é "o maior entre todas as sedes da história dos Jogos" e o slogan traduz o que "o Rio pode oferecer ao mundo". "Representa o que o Rio oferece ao continente, que pela primeira vez recebe os Jogos, e para que outros países e continentes possam fazer o mesmo", completou.

"O slogan mostra do que se tratam os Jogos Olímpicos: fazer um mundo novo e melhor por meio do esporte. Aqui, teremos um Rio de Janeiro novo e melhor após os Jogos. Essa nova cidade, esse novo País, é para as crianças cariocas e de todo o Brasil. Vejo vocês em 52 dias na abertura dos Jogos", afirmou o presidente do COI, Thomas Bach, que participou da solenidade de apresentação das medalhas.

De acordo com Bach, a melhora na cidade é "palpável". "Você vê o aeroporto, os trens novos, o metrô. E não só o hardware, a infraestrutura, mas também o software, que é o legado social. São 5 milhões de crianças tocadas pelo espírito olímpico", afirmou o presidente do COI após a cerimônia. Bach disse ainda estar "confiante" no sucesso da competição e destacou a "experiência" do Brasil na realização da Copa do Mundo, em 2014, com segurança.

DILMA - Após se reunir com o presidente em exercício, Michel Temer, Nuzman, indicou que deverá se encontrar novamente com o peemedebista antes de decidir se convidará a presidente afastada Dilma Rousseff para a cerimônia de abertura. A decisão cabe exclusivamente ao comitê organizador.

"No momento em que fizermos toda a mídia saberá. Terei conversas e um encontro com Temer antes de decidir", disse Nuzman. A cerimônia será em 5 de agosto, antes do julgamento final do processo de impeachment em tramitação no Congresso.

Questionado se houve influências políticas na escolha do slogan, Nuzman negou. "O slogan é o que oferecemos aos Jogos. Tivemos sete anos para trabalhar sem problemas no ambiente político. Deixo as interpretações para os cientistas políticos. Estamos falando de Jogos Olímpicos. É isso que estamos oferecendo."