21°
Máx
17°
Min

Rio 2016: Gabriel Medina veste a camisa do Time Brasil

O surfista Gabriel Medina esteve hoje no Parque Olímpico - Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB - Rio 2016: Gabriel Medina veste a camisa do Time Brasil
O surfista Gabriel Medina esteve hoje no Parque Olímpico - Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB

O campeão mundial de surfe Gabriel Medina visitou na tarde desta terça-feira, dia 2, a Vila Olímpica dos Jogos Rio 2016, almoçou no refeitório dos atletas e teve a chance de realizar o desejo pessoal de conhecer diversos atletas de destaque e campeões olímpicos, como o brasileiro Arthur Zanetti, medalha de ouro nos Jogos Londres 2012.

"A Vila Olímpica é demais! Viajo o mundo inteiro competindo, e é sempre muito bom poder representar o meu país. Porém, o mais legal é perceber a minha evolução como ser humano. E, nesse quesito, ter a oportunidade de estar na Vila me dá a chance de interagir com novas pessoas e conhecer novas culturas, pois apesar de tudo aqui ser relacionado ao esporte, todos têm histórias de vida muito diferentes. Isso sem contar a chance de encontrar com um Usain Bolt, um Michael Phelps ou um Arthur Zanetti, que por sorte tive o prazer de ver e tirar uma foto agora há pouco, no refeitório. Esse está sendo um momento único na minha vida", revelou o campeão mundial.

Após o almoço, Medina foi conhecer as dependências do prédio do Time Brasil. No caminho, pausa para fotos com Juliana Veloso, que disputará sua quinta edição de Jogos Olímpicos – número que surpreendeu o surfista – e toda a equipe de saltos ornamentais, basquete feminino e alguns integrantes do time de hóquei sobre grama, que acabavam de chegar do treino da manhã. No prédio, ele sentiu na pele o clima olímpico e relembrou sua participação nos Jogos Sul-americanos de Praia do Uruguai, em 2009, quando tinha apenas 15 anos de idade.

“Eu nunca tinha participado de uma competição parecida com as Olimpíadas, e ter ido aos Jogos Sul-americanos de Praia em 2009 foi muito bacana. É o mais próximo que já tinha chegado de algo parecido com isso que vi aqui hoje. Foi muito legal ter estado próximo não só dos surfistas brasileiros, mas também dos atletas de várias outras modalidades. A oportunidade de representar o seu país é algo único na vida de um atleta", disse Medina, que aguarda a decisão oficial do COI sobre as novas modalidades que integrarão o quadro de competições já a partir dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. O surfe é um dos favoritos para fazer sua estreia na próxima edição do maior evento esportivo do planeta.

"Se o surfe conseguir mesmo entrar nas próximas Olimpíadas vai ser fantástico. Se Deus quiser, em Tóquio já conseguiremos representar o Brasil nos Jogos também através da nossa modalidade, o que seria uma honra muito grande. Todo atleta brasileiro sonha poder representar o país algum dia nos Jogos Olímpicos, um evento gigantesco, capaz até mesmo de mudar a vida das pessoas", disse Medina.

Após o encontro com os atletas do Time Brasil, o surfista teve acesso à toda a estrutura exclusiva que o COB montou para atender às principais necessidades de nossos representantes, como as salas de recuperação, fisioterapia e biomedicina, e se mostrou surpreso e muito bem impressionado com tudo o que viu. "Ter todo esse suporte à disposição é muito importante para nós atletas. A estrutura que os brasileiros estão recebendo aqui é excelente. Você pode se preocupar apenas com a competição, porque todos ao seu redor estão cuidando de você. Isso foi o que eu senti aqui. Vi toda uma equipe muito bem preparada e preocupada em ajudar os atletas a buscarem o que eles querem, que são as medalhas de ouro. Esse suporte é fundamental, qualquer atleta sente isso, e é por isso que eles irão representar tão bem o nosso país", analisou o surfista, que apesar de voltar aos treinos no dia 8 para a próxima etapa do Circuito Mundial de Surfe, no Taiti, prometeu torcer pelo Brasil e encontrar uma maneira de acompanhar os Jogos, mesmo que à distância.

"Sempre que puder tentarei acompanhar os Jogos, mesmo que seja online, sempre na torcida pelo Brasil. Tenho alguns amigos aqui, como o Neymar e o Bruninho, do vôlei. Queria poder vê-los ao vivo, mas quem sabe em Tóquio eu consiga realizar esse desejo. Tenho certeza de que o Brasil fará uma grande festa e surpreenderá o mundo nessas Olimpíadas. Desejo muito boa sorte para os nossos atletas. Espero que todos arrebentem e conquistem muitas medalhas para o Brasil", finalizou Medina.

Fonte: COB