26°
Máx
19°
Min

Rio terá 3 feriados nos Jogos e multa alta para quem desrespeitar vias olímpicas

A cidade do Rio de Janeiro terá pelo menos três feriados durante o período dos Jogos Olímpicos, entre 5 e 21 de agosto, um a mais do que estava previsto. Além do dia 5, quando acontecerá a cerimônia de abertura no Maracanã, e do dia 18, quando a cidade terá restrição de circulação por causa da prova de triatlo, a Prefeitura do Rio decidiu marcar um feriado na capital também em 22 de agosto, um dia após o encerramento da Olimpíada. Além disso, foi anunciado que a cidade terá uma malha viária de 260 quilômetros específica para circulação de veículos credenciados. Quem não respeitar será multado em R$ 1.500.

O feriado do dia 22, uma segunda-feira, foi motivado pelo grande fluxo de pessoas que deixarão a cidade, segundo a Prefeitura do Rio. O prefeito Eduardo Paes (PMDB) anunciou que a estimativa é de que 100 mil pessoas embarquem a partir do Aeroporto Internacional do Galeão.

"São feriados parciais: comércio continua a funcionar, restaurantes, shoppings. É muito parecido com o que fizemos na Copa do Mundo e na Jornada Mundial da Juventude", afirmou Paes. "Nós não queremos e não desejamos que as pessoas saiam da cidade para curtir férias. Nós queremos o carioca na cidade, curtindo a Olimpíada."

Não está descartada a possibilidade de haver mais feriados ou pontos facultativos durante a Olimpíada. "Não pretendemos decretar mais nenhum feriado, a não ser que aparece uma necessidade durante os Jogos Olímpicos", disse o prefeito.

TRANSPORTE - A fim de facilitar a circulação de veículos que transportam a chamada "família olímpica" - atletas, dirigentes, voluntários e outros envolvidos nos Jogos -, carros oficiais e serviços de resgate, a Prefeitura do Rio anunciou que irá demarcar 260 quilômetros de vias na cor verde. Somente veículos credenciados poderão circular por esses trechos.

Quem desrespeitar a restrição irá pagar caro, literalmente: a multa estipulada é de R$ 1.500. Parte dessas vias será implantada a partir do dia 25 de julho, e o restante a partir do dia 31 do mesmo mês.

A intenção do Rio é que o transporte público e o uso de bicicletas sejam estimulados. Em janeiro, a prefeitura havia anunciado um cartão de transporte público exclusivo para os Jogos Olímpicos - que terão três tipos de recarga: para um dia (R$ 25), três dias (R$ 70) e sete dias (R$ 160).

Nesta quarta-feira, foi apresentada uma novidade para o transporte de passageiros que estiverem na região do Parque Olímpico no período da noite - algumas sessões esportivas poderão invadir a madrugada. "Nós bolamos um serviço de BRT específico. Ele sairá da estação do Parque Olímpico ao Centro da cidade, com oito opções de descida na zona sul e quatro no centro", explicou o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani (PMDB).

Outra mudança diz respeito a restrições de serviços de carga e descarga na cidade. Entre os dias 18 de julho e 18 de setembro, boa parte da Linha Amarela (zona norte/oeste) e da zona sul será fechada para esses serviços durante a maior parte do dia.