24°
Máx
17°
Min

Rival de Thiago Braz recua após comparar torcida brasileira à Alemanha nazista

Foto: AFP - Rival de Thiago Braz recua após comparar torcida brasileira à Alemanha
Foto: AFP

Depois de comparar o comportamento da torcida brasileira no Engenhão ao que os alemães fizeram com Jesse Owens nos Jogos de 1936, em Berlim, o francês Renaud Lavillenie, rival derrotado de Thiago Braz na disputa pelo ouro no salto com vara, o dono da medalha de prata recuou.

Na entrevista coletiva após a disputa da medalha nos Jogos do Rio, ele afirmou foi um equívoco a referência ao nazismo, mas manteve a crítica à torcida. "Acho que cometi um erro. Foram minhas primeiras palavras e não queria comparar a isso. Foi só sentimento que eu tive. Na minha vida toda eu nunca tive um sentimento como esse. Foi provavelmente porque estava muito irritado", disse Lavillenie.

Logo após a derrota, que foi causada, na visão do francês pelas vaias do público, ele fez referência à Alemanha nazista. Em Berlim-1936, o atleta negro Jesse Owens foi duramente vaiado pelo público alemão.

"Não houve fair play por parte do público. Isso é para futebol, não para o atletismo. Em 1936, o público estava contra Jesse Owens. Não víamos isso desde então. Para a Olimpíada, não é uma boa imagem. Não fiz nada para os brasileiros", declarou após a derrota.

O locutor do estádio chegou a pedir que a torcida parasse com as vaias, mas o silêncio não era respeitado. Thiago Braz saltou 6,03 metros e conquistou a primeira medalha do atletismo brasileiro nos Jogos do Rio.