22°
Máx
17°
Min

Rogério Sampaio revela resultado falso positivo antes de laboratório ser suspenso

Novo secretário da Autoridade Brasileira de Controle Antidoping (ABCD), Rogério Sampaio admitiu nesta quarta-feira que o laboratório montado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foi suspenso devido a um caso de exame com resultado falso positivo.

"Eu não sei exatamente qual é o caso que inicialmente deu resultado positivo e não se comprovou. Não sei qual foi o atleta e a modalidade. Sei que houve um caso nesse sentido", disse o ex-judoca, em entrevista à Rádio Estadão.

Por ora, Sampaio sustenta o argumento de erro técnico. Ele evitou qualquer caça às bruxas no órgão ligado ao Ministério do Esporte, em razão do resultado falso positivo. Mas afirmou à Rádio Estadão que deverá ter pessoas de sua confiança na ABCD.

Nesta quarta-feira, ele trata em Brasília dos planos para a revalidação do laboratório com vistas aos Jogos com lideranças do Ministério do Esporte.

O Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), que funciona dentro da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), espera que a Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) dê a liberação para a sequência dos trabalhos ainda este mês.