28°
Máx
17°
Min

Seleção feminina dá show e ganha da campeã olímpica e mundial no handebol

(Foto: Agência Brasil/Marijan Murat/Agência Lusa/Direitos Reservados) - Seleção dá show e ganha da campeã olímpica e mundial no handebol
(Foto: Agência Brasil/Marijan Murat/Agência Lusa/Direitos Reservados)

De um lado estava a Noruega, bicampeã olímpica e atual campeã mundial. Mas o Brasil não teve medo, pelo contrário, foi para cima e estreou com uma ótima vitória por 31 a 28 na estreia do handebol nos Jogos do Rio. Com muita personalidade, as brasileira fizeram um jogo muito bom neste sábado, o que dá moral para a sequência do campeonato. O próximo duelo é contra a Romênia, segunda-feira, às 16h40.

No primeiro tempo, o Brasil começou bem e logo abriu 5 a 2. Mas as nórdicas são famosas por não perderem a tranquilidade, mesmo em situações difíceis. Após a seleção fazer 11 a 6, elas reagiram e conseguiram encostar ainda no primeiro tempo, que fechou em 17 a 16 para o Brasil.

No segundo tempo, o duelo continuou equilibrado, mas o Brasil passou a contar com mais apoio da torcida, que aos poucos foi lotando a Arena do Futuro. Por causa da demora para entrar no Parque Olímpico, muita gente chegou apenas após o intervalo. Só que a vantagem brasileira era um pouco apertada e o time sabia que não podia vacilar.

Na memória estava a eliminação nos Jogos de Londres, quando o time chegou a ter seis gols de vantagem nas quartas de final sobre a Noruega, mas teve um apagão e acabou derrotado e eliminado do sonho da medalha. Para isso não ocorrer novamente, a equipe vibrava muito. Ao fundo, a torcida cantava "o campeão voltou".

No contra-ataque, Jéssica marcou e o Brasil abriu cinco gols, ficando com 26 a 21 no placar. A torcida fazia festa e cantava, enquanto as norueguesas tentavam encontrar uma saída. Deonise fez mais um gol e a defesa anulava todas as jogadas das adversárias. No final, vitória brasileira em uma arena transformada em caldeirão e com um show de Ana Paula, que marcou 12 gols, assim como a norueguesa Nora Mork.