21°
Máx
17°
Min

Seleção feminina de ginástica avança à final por equipes em 5º lugar

Seleção feminina de ginástica avança à final por equipes em 5º lugar

Liderada pelas jovens Rebeca Andrade e Flávia Saraiva, a seleção brasileira feminina de ginástica artística se classificou para a final por equipes nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O País acumulou 174,054 nos quatro aparelhos e, com a 5ª posição, se confirmou entre os oito melhores do mundo.

Estados Unidos, China, Rússia e Grã-Bretanha se garantiram à frente do país-sede. Alemanha, Japão e Holanda completam a relação dos finalistas. A disputa por medalha será na terça-feira, às 16h.

O Brasil também colocou duas atletas na final do individual geral: Rebeca Andrade e Flávia Saraiva. Com a soma 58,732, Rebeca se classificou na terceira posição e terá a chance de brigar pelo posto de ginasta mais completa do mundo. Já Flavinha (56,532) avançou em 17º lugar e precisará de melhores resultados na fase decisiva, na quinta, às 16h. Ambas ganharam posições na lista classificatória devido à restrição de duas ginastas por país, a norte-americana Gabrielle Douglas, a brasileira Jade Barbosa (23ª) e outras atletas ficaram fora da disputa das 24 finalistas.

A principal chance de Flavinha é na final da trave, no dia 15 de agosto, às 15h40. A brasileira brigará por medalha no aparelho depois de conseguir o terceiro lugar na fase preliminar, com 15,133 de pontuação. "Esperava pegar finais, não como uma obrigação, mas por mérito meu. Fiquei feliz de ter conseguido aquela nota na trave", exaltou.

Apenas a fenomenal Simone Biles e Lauren Hernandez, dos Estados Unidos, superaram a ginasta da casa. No Rio, a seleção brasileira feminina brigará por medalha em quatro provas, número que representa um desempenho melhor do que o obtido nos Jogos de Londres, em 2012. Na ocasião, nenhuma das atletas se classificou para as finais.