24°
Máx
17°
Min

Temer publica novo vídeo para 'tranquilizar' atletas e turistas na Olimpíada

Com a estratégia de alinhar o discurso do governo e minimizar o receio da população com possíveis ameaças terroristas durante os Jogos Olímpicos, o presidente em exercício, Michel Temer, gravou um novo vídeo para "tranquilizar" atletas e turistas. "Já determinei reforço da segurança durante os Jogos para dar a você a tranquilidade para a visita que fará ao Brasil e ao Rio de Janeiro", afirmou Temer em vídeo publicado nesta segunda-feira no site da Presidência, nas redes sociais e também enviado a embaixadas.

Segundo Temer, a ideia de repetir o tema no vídeo é para incentivar a ida das pessoas ao Rio. "Seja brasileiro ou estrangeiro, atleta ou turista, porque você indo ao Rio você verificará que por determinação nossa reforçamos muitíssimo a segurança naquela cidade", disse. "Pode vir tranquilo, pode desfrutar das maravilhas da cidade maravilhosa do Rio, das belezas naturais, e participar dos Jogos, que terão repercussão internacional."

Temer já havia publicado um vídeo sobre o tema há dez dias, justamente para "tranquilizar" turistas e atletas em relação à segurança. Na ocasião, entretanto, o presidente em exercício também tentou minimizar o risco de doenças tropicais durante os Jogos Olímpicos, que começam no próximo dia 5. "Não temos a menor preocupação tendo em vista o tema segurança e saúde", afirmou.

A primeira gravação, segundo assessores de Temer, foi uma solicitação do Comitê Olímpico Internacional (COI) que pediu uma espécie de "convite" informal do governo brasileiro. Já no caso do vídeo desta segunda a estratégia partiu da própria equipe de Temer para reforçar o trabalho do governo com o "assunto do momento".

Sem agenda oficial nesta segunda-feira, o presidente em exercício teve uma reunião com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, para tratar da revisão do protocolo de segurança após o atentado na França.

Depois do encontro com Etchegoyen, os dois juntaram-se ao ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para um almoço no próprio Palácio do Planalto. Na conversa, ficou definido que Moraes viajará para todas as cidades que terão jogos durante a Olimpíada para fazer uma vistoria. Segundo o Planalto, a verificação in loco começará a partir desta terça.

COMUNICAÇÃO - Após o atentado em Nice, na França, o governo vai empreender esforços para criar um plano de comunicação - integrado com o de ações de segurança - para mitigar possíveis danos aos Jogos Olímpicos e, consequentemente, ao governo Temer. A avaliação de interlocutores do Planalto é que o governo precisa não só organizar as suas ações, mas também explicitá-las à população corretamente. "A principal diretriz tem que ser não causar ainda mais terror com episódios que por si só já alarmam a população", disse uma fonte palaciana.

Segundo integrantes do governo, o próprio Comitê Olímpico Internacional (COI) já alertou que um noticiário negativo tem efeito direto no sucesso dos Jogos. "Quando saiu a notícia que o Rio decretou calamidade pública por conta de problemas financeiros foram devolvidos 50 mil ingressos, segundo o COI", disse.

Entre as estratégias de comunicação que estão sendo estudadas pelo Planalto há a sugestão de um treinamento de porta-vozes do governo. "Precisamos dar respostas rápidas e eficazes. Saber quem vai falar sobre o que e direcionar para que a mensagem seja a mais adequada possível", afirmou uma fonte.