28°
Máx
17°
Min

Torcedores tentam forçar entrada no treino da seleção olímpica de futebol

Foto: Andre Borges/ Agência Brasilia - Torcedores tentam forçar entrada no treino da seleção olímpica
Foto: Andre Borges/ Agência Brasilia


O treino da seleção olímpica na tarde desta terça-feira no estádio Bezerrão, na cidade-satélite do Gama, foi marcado para desorganização. Os torcedores fincavam pé na porta do estádio querendo assistir à atividade. O acesso dos torcedores, porém, não estava previsto e representantes do Comitê Organizador tiveram de pedir ajuda à polícia para organizar a entrada.

"Vai liberar", disse um policial ao Estado de S. Paulo, enquanto planejava como dar acesso aos torcedores sem que eles invadissem o local destinado à imprensa. O treino, porém, teve início sem a presença da torcida.

Centenas de pessoas aguardavam o ônibus da seleção, esperando entrar no estádio para assistir ao treinamento. No entanto, não havia confirmação da abertura ao público. Com a chegada dos jogadores, a agitação aumentou e os torcedores correram para a escadaria que dava acesso à imprensa. "Será que vão abrir?", questionava o garçom José Olinto de Oliveira. "Trouxe o meu filho para ver o Neymar de perto. Se não liberar a gente quebra essa m...", exaltou-se uma senhora.

Mas os torcedores não estavam dispostos a criar confusão. Queriam apenas entrar no estádio, o que reivindicavam aos grupos de "abre, abre!", "libera, libera!". Muitos vestiam camisas da seleção. Também havia vários com camisas do Barcelona, além dos quatro clubes grandes cariocas e do Gama, time local.

A organização, porém, relutava em permitir o acesso dos torcedores. Isso dificultou a entrada dos jornalistas, mas não houve incidentes com os torcedores.